Vinho - 24.Ago - Polêmica

Vinhos falsificados na China preocupam produtores australianos


O produtor Emanuel Skorpos com uma seleção de vinhos de sua vinícola e uma cópia chinesa à direira
O investimento de 143 milhões de dólares da indústria vitivinícola australiana no mercado da China pode estar ameaçado, após a descoberta de falsificação de vinhos da Austrália no gigante asiático.

Empresários chineses estão não só falsificando vinhos, como também os promovendo em lojas de qualidade e feiras por todo o país. É o caso de Emanuel Skorpos, um pequeno produtor da região de Flinders Ranges, na Austrália do Sul.

Após ouvir relatos de que um de seus vinhos havia sido copiado, ele viajou para a China no início deste mês. Skorpos comprou duas garrafas de sua produção que foram levados de volta à Austrália, onde serão analisadas.

O produtor teme que as suas vendas de vinho na China já tenham sido afetadas, bem como as de outras empresas. Hoje, o mercado de vinhos chinês é o principal destino dos vinhos da Austrália e as vinícolas estão temendo de que a imagem de seus vinhos já tenha sido manchada. "Não é um problema só meu", disse Skorpos. "É sobre o mercado exportador de vinhos da Austrália. O governo precisa fazer alguma coisa", completou.

Até agora, o acidente de maior visibilidade para os vinhos australianos, foi o caso dos vinhos Penfolds. Em uma exposição na China este ano, foram encontrados diversas garrafas rotuladas Benfolds, afirmando serem da Austrália.

Apesar da preocupação de Skorpos, segundo o vice-gerente geral da distribuidora chinesa The Wine Republic, as marcas australianas ainda não precisam se preocupar. "Elas ainda estão na faixa de preço em que podem se tornar mais atraentes do que as marcas falsificadas. Existem casos isolados, mas não é a nossa maior ameaça", disse ele.

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Advogados de Coppola reivindicam exclusividade nos vinhos do cineasta

+ Languedoc lança denominação mais fácil para consumidores

Vinicultores de Provença prevêem colheita a partir desta terça-feira

+ Vinicultores comemoram produção reduzida na Nova Zelândia

+ Vale dos Vinhedos faz pedido de registro da primeira D.O. brasileira

Da redação

Publicado em 24 de Agosto de 2010 às 08:26


Notícias