Revista ADEGA
Busca

Vinho - 06.Out - Rotulação

Vinhos feitos a partir de uvas estrangeiras terão que ser identificados em Colúmbia Britânica


Vinhos feitos a partir de uvas estrangeiras irão ter uma sessão separada nas lojas de bebidas da província de Columbia Britânica, e passarão a ter um rótulo específico.

O novo regulamento de vendas para as lojas visa informar o consumidor de quais vinhos ele está comprando, se são feitos a partir de uvas da própria região ou se são usadas uvas de fora.

Os vinicultores da cidade de Kelowna que utilizam apenas uvas locais aprovaram o novo regulamento, expondo como é importante para o consumidor saber identificar que vinho está comprando. "Já era hora. Informar as pessoas de onde vêm as uvas é essencial", afirmou Steve Dale, produtor e proprietário de um vinhedo na região.

Durante anos, companhias produziram vinhos baratos parcial ou totalmente feitos a partir de uvas estrangeiras. Contanto que a produção fosse feita na província, o vinho seria rotulado como nacional.

Apesar de alguns produtores afirmarem que a fabricação de vinhos com uvas de fora barateia a produção e conseqüentemente aumenta as vendas, críticos acreditam  que rotular tais vinhos de "regionais" faz o consumidor pensar que as uvas são plantadas na região.

Recentemente uma lei semelhante a essa foi implementada em Washington, obrigando os produtores a usar pelo menos 95% de uvas nacionais para terem seus vinhos classificados dessa maneira.

Confira as últimas notícias sobre o mundo dos vinhos...

+ França quer aumentar volume de exportação de vinhos para o Brasil

+ Miolo Wine Group compra Almadén e se torna maior empresa do setor de vinhos finos no Brasil

+ O Melhor Vinho do dia: A Mercedes Sosa e à música latina!
+ Safra de 2009 da Califórnia deve ser 'memorável'

+ O Melhor Vinho do dia: À inquestionável vitória de Sebastian Vettel!


Redação
Publicado em 06/10/2009, às 12h54 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias