Revista ADEGA
Busca

Vinhos italianos caem no gosto dos americanos


Com pouco mais de um milhão de hectolitros exportados no primeiro semestre de 2006, a Itália volta a ser o principal fornecedor de vinho para os Estados Unidos, superando a concorrente Austrália. As exportações aumentaram 9,1 em quantidade e 7,5% em valor com relação a 2005, segundo dados do Italian Wine and Food Institute.

Um dos elementos importantes para o crescimento do consumo de vinho italiano nos Estados Unidos é o apreço que os americanos têm pela culinária italiana, que vive uma época de ouro na América. Além disso, o gosto dos americanos, antes voltado para vinhos mais intensos, começa a ficar mais refinado, e consumidores mais exigentes buscam vinhos com identidade e um terroir de personalidade. Além disso, o valor dos italianos é inferior ao dos franceses, que ainda chegam aos Estados Unidos com preços muito elevados.

Fernando Roveri
Publicado em 31/08/2006, às 13h32 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h44


Mais Notícias