Vinho - 26.Jul

Vinhos podem ser isentos da nova lei de preço mínimo na Escócia


A Escócia quer implantar uma nova regulamentação para bebidas alcoólicas e estabelecer um preço mínimo para todas elas, tentando diminuir o consumo exagerado -um grande problema no país.

divulgação

Porém, o Comitê Europeu de Vinho CEEV (Comité Européen des Entreprises Vins) diz que o vinho tem é considerado um produto agrícola e, por isso, deve seguir as regras da Organização Comum do Mercado Agrícola da União Européia, excluindo-o das novas regras do preço mínimo para bebidas alcoólicas.

No entanto, a Comissão Europeia disse que existem exceções para certas circunstâncias, apesar da regra estabelecida. "A lei europeia é clara: é proibido estabelecer um preço minimo para produtos agrícolas", disse o diretor do CEPS Paul Skehan, responsável pelo mercado europeu de destilados.

Os ministros escoceses estão usando a saúde pública como argumento para encaixar os vinhos na nova regulamentação. "Estamos confiantes de que isso não nos impedirá de proporcionar medidas de saúde pública para a Escócia", comentou o porta-voz do ministério, em resposta ao CEEV.

Mais notícias sobre vinhos...

Nova loja online com melhor lista de vinhos Jerez começa vendas
Festival de filmes do vale do Napa recebe pré-estréia de SOMM
Consumo moderado de vinho durante gravidez não prejudica o feto
Leilão de vinho arrecada 1.2 milhões de dólares para doação
David Lynch cria garrafa de vinho para Dom Pérignon

Da redação

Publicado em 26 de Julho de 2012 às 08:25


Notícias