Vinho - 06.Jul - Crescimento

Vinícola chilena tem crescimento de 270% em suas exportações


A Chilean Wines Company, ligada a família Guerra, de longa tradição vitivinícola no Vale do Maule, no Chile, mostrou um aumento de 270% nas suas exportações de vinhos em relação ao mesmo período do ano passado. A empresa tornou-se assim a 18ª no ranking mundial das exportações de vinho, superando até mesmo, as prestigiadas vinícolas Concha y Toro e San Pedro.

Presente em mais de 25 países, com mais de 650 hectares no Vale do Maule, a Chilean Wines Company apresentou também o maior crescimento na Ásia entre todas as vinícolas chilenas.

"Foi uma surpresa ficar por esses meses acima de vinhedos como Concha y Toro e San Pedro. É um mercado importante, com crescimento anual de juros, eles estão aprendendo a fazer vinhos e tem sido incrível eles terem aceitado os nossos produtos por tanto tempo e de boa forma", disse Renato D. Guerra, fazendo referência ao mercado chinês.

Apesar da boa classificação da empresa, o presidente destaca que as coisas não foram de todo fácil em 2010. O terremoto que atingiu o Chile no início do ano resultou em perdas para a Chilean Wines Company de cerca de 350 milhões de pesos.

"Perdemos 23 tanques, o que significa gastos de aproximadamente 150 milhões de pesos, perdemos mais de 850 mil litros, um investimento de 250 milhões de dólares", lamenta Guerra.


Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Chile é destaque em concurso de vinhos na França

+Atual campeã mundial de golfe, Cristie Kerr lança linha de vinhos

+ Ouro,platina ediamantes são a nova maneira de armazenar vinhos

+Château exporta seusvinhos em barco à vela

+Francês recebe prêmiode vinicultor da década emBordeaux

Da redação

Publicado em 6 de Julho de 2010 às 10:58


Notícias