Vinícola do futuro poderá ser monitorada a distância

Pesquisadores australianos oferecem novas tecnologias que permitem ao viticultor fazer parte do seu trabalho a distância


 

O futuro da viticultura começa a se desenhar em centros de estudos espalhados pelo mundo. Na Austrália, o primeiro sistema futurista posto em prática pelo time da Universidade de Adelaide é um aplicativo para iPhone que permite aos produtores de vinho medir o crescimento dossel. O software está passando pelos últimos testes para ser lançado via iTunes. A segunda inovação é uma câmera que usa espectroscopia de infravermelho com ondas imperceptíveis a olho humano para análise das qualidades físico-químicas do vinho. Finalmente, a equipe criou uma máquina que se conecta através de eletrodos à uva e usa espectroscopia de impedância para medir a qualidade da baga. A tecnologia funciona de forma semelhante aos sistemas usados ​​para medir os níveis de gordura em seres humanos, passando uma corrente alternada através do fruto para dar uma imagem de como as células estão se comportando.

         Todos os esses novos sistemas foram desenvolvidos com a ajuda da “vinícola do futuro” da equipe, que fica em uma propriedade de um hectare no campus da universidade e é equipada com sensores e equipamentos de análise de imagem. “A ideia é monitorar a vinícola em diferentes níveis e ver como as coisas estão funcionando de forma eficiente, de maneira que você não precise constantemente de monitoramento de varias pessoas”, define o professor Stephen Tyerman, da Universidade de Adelaide. Segundo ele, os futuros viticultores terão um sistema de controle por meio do qual, não importa onde estejam, poderão observar o que está acontecendo, e o que precisa ser feito em termos de pulverização, a partir dos sensores e da imagem que você tem ao seu alcance.

 

 

 

Da redação

Publicado em 25 de Maio de 2015 às 12:00


Notícias