Vinho - 19.Mai - Mais barato

Vinícolas brasileiras diminuem preço do vinho para competir com importados


Luna Garcia
80% dos vinhos comercializados custam até R$15
Segundo o Jornal do Comércio, a importação de vinho e espumantes no Brasil tem sido cada vez mais volumosa, e vinícolas brasileiras têm mostrado reação ante essa desvantagem no consumo de vinho nacional.

A iniciativa tem como objetivo baixar os preços, contudo manter a qualidade da bebida. Ela é recente, mas tem tido resultados positivos. De acordo com o levantamento da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), cerca de 80% dos vinhos comercializados em supermercados custam até 15 reais, entre nacionais e importados.

Diego Bertolini, gerente de marketing da Ibravin, disse que "aos poucos, os varejistas e os consumidores estão enxergando o vinho brasileiro com melhores olhos", já que os preços estão mais acessíveis.

No Congresso de Gestão e Feira Internacional de Negócios em Supermercados, que ocorreu recentemente em São Paulo, estiveram reunidas diversas vinícolas, que tiveram essa iniciativa. Alexandre Miolo, diretor nacional de vendas da Miolo Wine Group, disse que a empresa foi ao congresso com um segmento de varejo, com várias categorias de vinhos e espumantes. "A mais recente é o espumante Almadén, que chega em torno de 11 reais", declarou.

Em 2010, a venda de vinhos brasileiros cresceu 1%, enquanto os espumantes venderam 12% a mais.

ESPECIAL:De taça e bombacha - Vinícolas novas e nomes consagrados podem ser capazes de mudar a imagem de um ícone sulista

Mais notícias sobre vinhos...

+ Vinícolas totalizam perda de 5 milhões de caixa de vinho por conta de geada

+ Filha de Mick Jagger cria novo rótulo de vinho francês

+ Coleção de vinhos de Bernard Madoff é leiloada na Internet

+ Espanha ganha maior número de medalhas "Grande Ouro" em concurso de vinho na Bélgica

+ Referência no cinema mundial, Festival de Cannes serve vinhos e espumantes brasileiros

Da redação

Publicado em 19 de Maio de 2011 às 10:52


Notícias