Vinho - 02.Ago - Mercado

Vinícolas na Austrália são vendidas em busca de investimento na indústria


Uma propriedade de enoturismo na Austrália recentemente foi vendida a chineses, e os veteranos da vinícola, que receberam bem o investimento, esperam que a produção de vinho e a área agrícola sejam preservados.

Divulgação
A vinícola Hunter, que foi vendida ao grupo chinês
A Windsor's Edge foi vendida por um valor não divulgado, mas sabe-se que seja, em média,  2,6 milhões (o valor peido), afirmou Cain Beckett, da Jurds Real Estate.

Beckett também vendeu a Golden Grape, há duas semanas, à companhia chinesa Winston Wines, por 2,8 milhões.

O preço da Golden Grape foi "ótimo", em um momento em que "não há mercado doméstico para vinícolas".

Ele disse que o comprador da Windsor's Edge, cujo nome não foi divulgado, já havia exportado vinho australiano para a China e planejou expandir a produção.

Esses são alguns dos casos que demonstram a necessidade de investimento nessa indústria, e a China, como país emergente inclusive na área de vinicultura, não poderia ser uma opção melhor para vender as propriedades, disse Beckett.

A expectativa é que se mantenha a produção e o enoturismo. A Austrália sempre teve altos níveis de investimento estrangeiro, essa não é uma questão tão séria quanto as outras que a indústria vem enfrentando, como o excesso de produção e a alta do dólar.

Outras propriedades da região também estão a venda.

MAIS: Alta do dólar australiano e baixa demanda prejudicam vinicultores

Mais notícias sobre vinhos...

+ Alta do dólar kiwi prejudica vinicultores neozelandeses

+ Pesquisadores desenvolvem "língua eletrônica" para classificar vinhos

+ Vinhos e signos são vinculados em nova linha de tintos e brancos

+ Vinícolas da Turquia ganham espaço no mercado internacional

+ Substância das uvas protege a pele de envelhecimento precoce e de até câncer

Da redação

Publicado em 2 de Agosto de 2011 às 09:50


Notícias