Vinícolas poderão optar pelo Simples até o final de janeiro

Inclusão no Simples deverá impulsionar formalização de empreendimentos em todo país


Até a próxima quarta-feira (31), as vinícolas brasileiras poderão fazer a opção pelo Simples Nacional e reduzir custos tributários, desburocratizar a atividade e, consequentemente, serem mais competitivas no mercado.


Foto: Gilmar Gomes       

A medida anunciada em outubro de 2016, após sanção do presidente Michel Temer ao Projeto de Lei Complementar (PLP) 25/07, deverá auxiliar, ainda, na formalização de centenas de produtores em pelo menos 10 estados. Além das micro e pequenas vinícolas, o projeto também inclui as microcervejarias e os produtores de cachaça artesanal e amplia o limite de faturamento de R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões.     

O Ibravin promoveu um Seminário para informar as vinícolas sobre os benefícios que a opção pelo regime simplificado pode trazer às empresas e ao setor. 
 
 
Da redação

Publicado em 29 de Janeiro de 2018 às 15:22


Notícias