Revista ADEGA
Busca

Vinho - 26.Ago - Mercado

Vinicultores da Nova Zelândia sofrem com excesso de oferta


A "época de ouro" para os produtores de vinho na Nova Zelândia acabou e precisa encarar a dura realidade de um duro mercado global, disse a organização nacional da indústria aos seus membros.

Divulgação
Os produtores e vinicultores do país ainda enfrentam "preços baixos, pouco dinheiro e mercados difíceis", como uma consequência do excesso de oferta causado pela safra de 2008 e a crise financeira global, de acordo com o Relatório Anual dos Vinicultores da Nova Zelândia.

Foi anunciado que total de vendas de vinho no país aumentou 11%, enquanto o valor de exportação subiu 5%. As exportações de vinho a granel, no entanto, que são mais baratos, cresceram mais rápido dos que os engarrafados.

A organização disse que as exportações de vinho a granel são agora a realidade para o comércio vinícola global e a Nova Zelândia não estava imune disso. Stuart Smith, presidente do New Zealand Winegrowers, disse, "Nós precisamos aceitar que não há como voltar à 'época de ouro'" de antes de 2008.

Há também um temor de que o recorde da safra desse ano possa causar um aumento da exportação de vinho a granel.

Tim Burnside, diretor da Deloitte New Zealand, disse ao site Decanter.com, "Dado o recorde da safra 2011, bem acima do recorde de 2008, nós consideramos que questões semelhantes aparecerão novamente. Isso pode manchar ainda mais a marca permium da Nova Zelândia, especialmente com as preocupações econômicas globais se renovando".

Os vinicultores neozelandeses pediram uma revisão estratégica para avaliar o futuro do país no mercado global, para lidar com mudanças de condições. Esse relatório será divulgado em outubro.

Smith explicou, "o mundo mudou e nós precisamos mudar com ele. Nós precisamos saber onde a indústria está indo".

MAIS:Alta do dólar kiwi prejudica vinicultores neozelandeses

Mais notícias sobre vinhos...

+ Governador da Califórnia determina setembro como o Mês do Vinho

+ Exportação de vinho brasileiro cresce 40% no primeiro semestre

+ Produtores de Pommard solicitam criação dos primeiros grands crus

+ Rótulo inova equilibrando herança histórica de vinícola com tons contemporâneos

+ Menos de 10% dos vinicultores nos EUA são mulheres, diz estudo

Redação
Publicado em 26/08/2011, às 07h23 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias