Revista ADEGA
Busca

08.Set - Mudanças

Washington modifica regulamento sobre cota de uvas estrangeiras


A lei vigente sofreu modificações devido à pressão de alguns estados produtores de vinho
O estado de Washington aprovou uma lei que obriga que pelo menos 95% das uvas usadas na produção do vinho sejam provenientes do próprio estado. O documento terá validade a partir de 31 de dezembro deste ano, e agora a Associação dos Produtores de Uvas de Washington (WAWGG) está concentrando seus esforços para que haja também uma lei federal nessa mesma linha.

No início do ano, a WAWGG fez uma parceria com outros estados para pedir que todos os vinhos que fossem caracterizados como nacionais fossem produzidos com 100% de uvas do país. Segundo as leis atuais, produtores dos EUA podem usar até 25% de uvas estrangeiras e ainda assim terão seus vinhos classificados como nacionais.

Junto com a Associação dos Produtores de Uvas de Washington estão as Associações da Califórnia, as de Nova York e de Oregon. "O mercado dos vinhos agora é parte da economia de todos os estados, e nós crescemos significativamente desde que o regulamento de cotas começou a ser efetivo", afirmou Karen Ross, presidente da Associação da Califórnia.

O porta-voz da WAWGG, Brenton Roy disse que apenas poucos vinhos ainda são fabricados com uvas internacionais, mas o problema deles tem a ver com integridade. "Nós temos que fazer o que dizemos - dando ao consumidor o conteúdo que lhes é informado".

Confira as últimas notícias sobre o mundo dos vinhos...

+ Novas regras para safra de Champagne

+ Começa colheita no Canadá

+ O Melhor Vinho do dia: Ao sucesso do cinema brasileiro!

+ Columbia Britânica inicia a colheita de uvas brancas

+ Nova Zelândia regulamenta investimentos estrangeiros

Redação
Publicado em 08/09/2009, às 11h34 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias