5 anos de ADEGA

Anos em ADEGA

Mais do que comemorar seu aniversário, depois de cinco anos, ADEGA celebra e compartilha seu amadurecimento com você, leitor


Cinco anos parece pouco. Talvez seja mesmo. No mundo do vinho, cinco anos é pouco tempo para um vinícola ser considerada "tradicional". Cinco safras é pouco para afirmar categoricamente se um vinho é mesmo bom. Mas certamente é um tempo razoável para criar, trabalhar e consolidar uma marca entre as melhores publicações do mundo do vinho. ADEGA é prova disso.
Nascida no segundo semestre de 2005, a revista surgiu para trazer informação de qualidade para os enófilos brasileiros, tratando o vinho como ele merece, com destaque, com requinte. Logo nos primeiros números ficou clara a vocação de ADEGA, que angariou leitores oferecendo-lhes algo que vai além do líquido e que, no caso do vinho, é tão importante quanto a bebida em si: a informação.
Com isso, um dos primeiros fundamentos de ADEGA foi a escolha de sua equipe de avaliação de vinhos. Nosso seleto time de degustadores, além da capacidade técnica, destaca-se pela independência ao não vincular-se a importadores, produtores ou lojistas de vinho. Nestes cinco anos, milhares de vinhos foram avaliados para que você pudesse beber sempre o melhor, e em 2009 lançamos o primeiro mecanismo brasileiro de busca de vinhos na internet OMelhorVinho.com.br. Foi baseado nessas premissas que nos moldamos e ganhamos o respeito do leitor e, consequentemente, de todo o mercado.
Mais do que avaliar vinhos, ADEGA aborda uma extensa gama de assuntos em todas as suas edições. E prova de que queremos sempre mais é que começamos com 84 páginas mensais, que se tornaram 100 páginas e nesta edição comemorativa são 116. Todo este acervo, juntamente com as notícias diárias, acabou por formar o mais visitado site de vinhos do país: RevistaAdega.com.br - selecionado pelo portal UOL como seu principal canal de vinhos na internet.

Um dos pontos fundamentais de ADEGA,
desde o princípio, sempre foi sua completa
independência na avaliação de vinhos


#Q#

Por nossas páginas desfilaram (e ainda desfilam) algumas das penas mais brilhantes do jornalismo e da crítica do vinho nacional e também internacional, como nosso veterano editor de vinhos Luiz Gastão Bolonhez, assim como outros tantos colaboradores nas mais diversas áreas, como fotografia e edição de arte. A inclusão destes "talentos gráficos" em nossa equipe é tão notória que vê-se claramente em nossas capas (que marcam as etapas de nosso amadurecimento), como nas edições 31 e 50, que contaram com o trabalho da fotógrafa Luna Garcia e do designer Dalton Flemming, respectivamente.
Na mesma edição 50, além de inaugurar um novo projeto gráfico, ADEGA também começou uma nova fase, quando abriu as portas para a colaboração de alguns dos principais nomes do mundo do vinho do Brasil, como Dirceu Vianna Jr, o único Master of Wine (o mais alto título do mundo do vinho) brasileiro, por exemplo. Mas, antes ainda, nomes de peso desfilaram por nossas páginas em entrevistas exclusivas como: Robert Parker, Angelo Gaja, Jean-Guillaume Prats, Dirk Niepoort, Dennis Dubordieu, Luis Pato, Miguel Torres, Pierre Lurton, Douglas Murray, Philippe Pacalet, Pablo Alvarez, John Duval, Dominique Laurent, Michel Rolland, Albéric Bichot, entre tantos outros.
Não poderíamos deixar de citar nosso trabalho para trazer o melhor da pungente indústria vitivinícola nacional, que desde o início encontrou espaço nas páginas de ADEGA. Porém, com a incorporação de Sílvia Mascella Rosa ao time, ganhou um acompanhamento muito próximo e espaço cativo todos os meses entre os grandes temas da revista.
Então, como todo novo enófilo, ADEGA está sempre experimentando as novidades, mas sem se esquecer das antigas tradições. Ao mesmo tempo que buscamos reavivar a mítica de clássicos como os vinhos de Bordeaux e Borgonha, por exemplo, também saímos à caça de "desconhecidos" e desbravamos novos horizontes a cada edição, passando por regiões pouco exploradas, castas raras e, terroirs únicos.

Defendemos o acesso dos consumidores aos melhores vinhos com preço justo. E em cinco anos, tivemos bons frutos,
como o Almanaque do Vinho


E em nossa ânsia de falar ao coração de todos os enófilos, aproveitamos e criamos um novo projeto vinculado à ADEGA que se chama "Almanaque do Vinho", uma publicação bimestral voltada para quem está começando a dar seus primeiros passos nesse saboroso universo. Como um boa vinha, ADEGA mostra que pode dar bons frutos depois de cinco anos e o Almanaque já escreve sua própria história de sucesso.
Por tudo isto, ADEGA conquistou, durante estes cinco anos, uma posição de destaque e esteve atuante nos principais debates do setor de maneira a sempre defender o acesso dos consumidores aos melhores vinhos com preço justo.
Como os bons vinhos, estamos evoluindo e nos afinando, mas podemos nos orgulhar e queremos agradecer ao nossos leitores por nesse "pouco tempo", termos alcançado a liderança entre as publicações de vinho no País, mas sem nunca deixarmos de nos desafiar para fazer sempre mais e melhor a cada nova safra, novo desafio e nova edição.

Da redação

Publicado em 7 de Outubro de 2010 às 11:14


Especiais

Artigo publicado nesta revista