Brasil é o principal mercado dos vinhos do Alentejo

O país importou mais de 3,5 milhões de litros em 2017


Segundo dados da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), houve um aumento de 11,9% nas exportações de 2017, superando o valor de 65 milhões de euros – com crescimento de 26% para o vinho DOC Alentejo. E, dentro desse aumento, destaque para o Brasil, que superou Angola e se tornou o principal destino dos vinhos alentejanos no mundo.
O Brasil importou mais de 3,5 milhões de litros em 2017. Com faturamento superior a 11 milhões de euros, o mercado brasileiro representa 17,9% do mercado global da CVRA. Maria Amélia Vaz da Silva, responsável de marketing dos Vinhos do Alentejo no Brasil, estima ainda um crescimento de 3% até o fim de 2018.
O ranking de países importadores de vinhos do Alentejo inclui ainda Estados Unidos, Suíça e China, que, juntamente com Brasil e Angola, representaram 59% do valor exportado. Os mercados fora da Europa comunitária foram os principais compradores (74% em valor e 70% em volume) e aqueles que melhor pagaram cada garrafa de vinho exportada pelas vinícolas alentejanas. A quantidade exportada globalmente cresceu 2,3%, em função do aumento de 11% nas vendas. Com ajuste global de 9,4%, no valor de seus produtos, os importadores internacionais pagaram, em média, 2,43 euros por garrafa de vinho do Alentejo, um preço superior à média portuguesa de 2,11 euros por garrafa nas categorias DOC/Regional.
Em Portugal, os vinhos alentejanos também têm conquistado relevância. Em 2017, a região representou 21% na exportação dos vinhos DOC e Regional.

 + Acompanhe as notícias de Alentejo

Da redação

Publicado em 31 de Julho de 2018 às 09:00


Notícias