Cartas

Escreva para redacao@revistaadega.com.br


VINHOS PARA AVALIAÇÃO
Como devo proceder para enviar um vinho para a avaliação da revista? Como funciona? Quantas amostras preciso encaminhar de cada vinho? Como são feitas as avaliações?
Carlos Rubens

Caro Carlos, todos (importadores e produtores) têm portas abertas para enviar vinhos para a avaliação na revista ADEGA. Para isso, não há custo. Não há qualquer condicionamento econômico, quer para degustações, quer para qualquer participação editorial nas revistas da INNER Editora. Dessa forma, pedimos que os interessados enviem apenas uma garrafa de cada rótulo, sempre acompanhado da respectiva ficha técnica, para nosso endereço na Avenida dos Bandeirantes, 5826, Planalto Paulista, São Paulo - SP, identificando na embalagem “Vinho(s) para degustação”.

Todos os vinhos são recebidos, cadastrados, fotografados e acondicionados em adegas climatizadas, onde permanecem à espera de sua degustação, sempre às cegas (mensalmente) por nossa equipe de especialistas cujos integrantes não possuem qualquer vínculo comercial com o mercado. Não podemos garantir a publicação de todos os vinhos recebidos (devido ao espaço) e reforçamos o princípio de não publicarmos vinhos que recebam avaliação a nosso ver negativa, visto que entendemos que nossos leitores nos consultam para saber que vinho beber, e não qual não beber.

"PARA GUARDAR
Belíssimo serviço prestado pela revista ADEGA na última edição (81) com a lista de vinhos obrigatórios para se ter na adega. Eu mesmo possuo diversos deles, especialmente os Vinhos do Porto e alguns espanhóis, que aprecio muito. Fiquei feliz também com a lista dos vinhos doces. Adoro. Vou procurar comprar alguns para guardar. Senti falta de alguns vinhos, mas certamente todos os que vocês citam são realmente obrigatórios. Acho que se fosse para citar todos, não caberia em uma só revista, mas em um livro. A lista que vocês apresentam é excelente. Parabéns. "
Mauro Marques

YEALANDS
Fiquei maravilhada com as fotos da Yealands na entrevista da edição 81. Vejo os vinhos desse produtor no supermercado e já comprei alguns. E gostei. De um lugar tão bonito, só poderiam surgir vinhos bons.
Raquel Andrade

CORTON-CHARLEMAGNE
Sou colecionador de vinhos e procuro 10 unidades do Domaine Leroy Corton-Charlemagne Grand Cru 2005 para compor a minha adega. Já rodei o mundo e não encontro tais garrafas. Experimentei na casa e um amigo e não me esqueci mais. Tenho uma safra histórica do Mouton Rothschild 1945, caso alguém possa se interessar. Caso consigam me ajudar, indicando algum colecionador, ficaria agradecido.
Paul Frederic

CONTATO
A edição 80 de ADEGA, menciona uma importadora chamada Venuts. Não consegui nenhuma informação sobre esta empresa na internet. Poderiam me enviar os dados de contato, por favor?
Victor Bastos

Caro Vitor, o site da importadora Venuts é:www.venuts.com.br.


ERRATA
Na edição 81, na seção Cave, página 97, o vinho Valduero 6 anos 2004 foi publicado com a nota errada. O correto é 93 pontos.

Da redação

Publicado em 8 de Agosto de 2012 às 12:51


Cartas

Artigo publicado nesta revista