Cartas


FOTO ERRADA
Como apreciadora dos espumantes, observei uma foto errada (ADEGA, n° 38, “Avaliação de Adega”, página 76). Mesmo sendo do Dão Sul, ou seja, Rio Sol, a foto que ilustra o espumante é do vinho rosé e não do espumante brut rosé. Não que isso venha afetar qualidade do espumante, tampouco desmerecer o comentário ou a sua pontuação recebida. Mas fica aqui a observação para a ilustração. Sucesso sempre! Rachel Alves – Presidente, seção Brasília da Confraria Amigas do Vinho. www.amigasdovinho.com.br

Rachel, obrigado por nos atentar a isso. Nesta edição, só com vinhos Best Buy, o espumante Rio Sol Rosé 2007 está listado e, desta vez, com a imagem correta.

CACHAÇA
A revista ADEGA, na edição n° 38, apresenta a reportagem sobre a nossa bebida tradicional, a cachaça. Muito interessante o artigo e sugiro que seja feita uma degustação com representantes de todo o Brasil. Sabemos que, neste âmbito, Minas Gerais é imbatível, pois apresenta a maior quantidade de cachaças de qualidade. Mas, uma degustação com exemplares dos estados de Minas, Rio Grande do Sul, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo etc, seria bastante aplaudida.

Notável o artigo sobre os distintos terroirs, com os enólogos voando pelo mundo e proporcionando mais e mais caldos especiais. Há que se destacar os comentários em “Harmonia do Azeite na Comida”. Também o azeite é um líquido especial como o vinho. Merece uma abordagem mais longa, minuciosa. A revista ADEGA continua proporcionando uma leitura especial.
Walker de Faria Machado
Taguatinga/DF

A FORÇA DO CHILE
Que incrível um vinho chileno ganhar o prêmio como o melhor do ano. Sempre fui fã dos chilenos, especialmente dos seus Carménères. A entrevista da edição 38 com Alexandra Lapostolle, produtora do Clos Alpata, é bastante interessante. Espero que os vinhos sul-americanos não inflacionem depois deste fato (especialmente os chilenos), pois há muitas coisas boas por aqui e por bons preços.
Ricardo Fraga
São Paulo/SP

BORDEAUX E RÓTULOS
Sempre tenho dúvidas sobre quais vinhos comprar, especialmente os Bordeaux. É muito complicado, para mim, entender as informações do rótulo, especialmente porque estão em francês, mas também porque ainda não sabia o que podem significar as expressões. A matéria sobre os vinhos Bordeaux na edição passada me ajudou muito. Se pudessem montar um guia sobre as expressões mais comuns nos rótulos dos vinhos de todo o mundo, seria interessante. Aldo Lorena
Rio de Janeiro/RJ

HARMONIZAÇÃO
Parabéns pela seção de harmonização, Enogourmet, da revista. Vivo sempre convidando amigos para jantar e, como não poderia faltar, bebemos vinho. Às vezes, confesso, as combinações que tentamos não funcionam muito bem, pois gostamos muito de inventar, inovar. Então, se possível, aumentem essa seção. Associar vinho com comida é uma arte e vale a pena estar atento ao que pode e não pode ser feito.
Lúcia Gomes
São Paulo/SP

Lúcia, este ano vamos implementar uma nova seção de harmonização além do tradicional Enogourmet. Aguarde.

Dúvidas e sugestões, escreva para: info@innereditora.com.br

Da redação

Publicado em 2 de Fevereiro de 2009 às 15:53


Cartas

Artigo publicado nesta revista