Corta-gotas, prático e eficiente

O corta-gotas é feito para evitar respingos após servir o vinho, proporcionando mais praticidade durante a degustação


fotos: Vinicius Reali

Depois de abrir uma garrafa de vinho e servir a bebida nas taças, é normal ver respingos que deslizam sob a superfície da garrafa, ou algumas gotas que também podem cair na toalha de mesa na hora de servir. Após abrir o vinho, para que isso não aconteça, o connaisseur utiliza um pequeno acessório: o corta-gotas.

O utensílio é feito exatamente para evitar os respingos e o escorrimento do vinho. O corta-gotas serve também para servir, com mais delicadeza, a bebida nas taças.

Os tipos mais comuns e mais encontrados de corta-gotas são o externo e o interno. O primeiro é preso no gargalo. Basta pressionar o acessório para baixo de modo que fique bem justo na garrafa a fim de evitar os respingos. Esse acessório normalmente é feito de material cromado.

Já o corta-gotas externo é bem mais prático. Trata-se de uma fina lâmina, de aparência metálica, que é enrolada e encaixada internamente no gargalo da garrafa. Após o encaixe, basta soltar e, com a pressão, o acessório se ajusta sozinho ao tamanho do gargalo.

Depois disso, basta servir o vinho sem problemas e sem se preocupar com a bebida escorrendo pela garrafa, caindo pela toalha de mesa ou até mesmo nas mãos.

fotos: Vinicius Reali

Fernando Roveri

Publicado em 20 de Setembro de 2006 às 14:36


Acessórios

Artigo publicado nesta revista