Mundovino

Sour Grapes: história do falsificador famoso que foi parar no Netflix chega ao seu capítulo final

Os Estados Unidos deportaram o célebre falsificador de vinhos Rudy Kurniawan para a Indonésia, sua terra natal


 

O indonésio Rudy Kurniawan ficou famoso por falsificar milhares de garrafas de vinho e virou documentário

Ele ficou famoso por ter vendido milhares de garrafas falsificadas de diversos grandes vinhos em leilões. Acredita-se que apenas em um evento em 2006, mais de 12 mil garrafas falsificadas foram arrematadas por entusiastas do mundo do vinho.

Rudy foi condenado em 2014 a 10 anos de prisão e ainda precisou pagar US$ 28 milhões em restituição às vítimas e outros US$ 20 milhões ao fisco.

Depois de cumprir sete anos de detenção, o gatuno foi libertado pela justiça, porém levado sob custódia do Departamento de Imigração e Alfândega dos Estados Unidos, onde ficou detido por mais cinco meses.

Neste período, Rudy tentou comprar um assento na primeira classe por pura provocação, dizendo que os americanos o colocariam no pior do lugar do avião.

Enfim, foi finalmente deportado e não poderá voltar aos EUA.  

Rudy Kurniawan elaborou seus vinhos falsificados misturando vinhos antigos com safras mais recentes. A história é tão singular que virou documentário Sour Grapes mostrando sua ascensão nas mais exclusivas degustações de vinho até sua queda.

O filme é imperdível. Para ver várias vezes!

André De Fraia

Publicado em 22 de Abril de 2021 às 19:00


Mundovino Rudy Kurniawan Falsificados Sour Grapes Vinho Deportado