Mundovino

Vinho entra na luta para zerar a emissão de carbono no planeta

A iniciativa é da International Wineries for Climate Action, IWCA, organização que reúne produtores do mundo todo


Vista da vinícola Familia Torres, uma das líderes contra a mudança climática

Com as alterações climáticas batendo a porta, algumas iniciativas globais estão se juntando para trabalhar contra esse futuro sombrio.

Pensando nisso, a International Wineries for Climate Action, IWCA, uma organização que reúne produtores de vinho do mundo todo se uniu ao projeto Race to Zero que visa zerar a emissão de carbono até 2050!

A campanha, que conta hoje com o apoio de cerca de 12% da economia global, reunindo 23 regiões do mundo, 471 cidades, 1.675 empresas, 569 universidades e 85 investidores, ainda tem como missão a criação de empregos decentes e o crescimento global de maneira sustentável.

“É ótimo ver como a Campanha Race to Zero está reunindo tantas iniciativas”, disse Miguel A. Torres da vinícola Familia Torres e um dos fundadores da IWCA. “Esperemos que mais iniciativas estejam sendo tomadas para que atinjamos o Clima Positivo até 2050, sinalizando aos nossos líderes mundiais que é crucial que o acordo de Paris de 2015 seja cumprido e juntos possamos acabar com essa loucura que quase fará nosso planeta inabitável no final deste século”.

A IWCA está aberta a qualquer empresa do mundo do vinho que veja as mudanças climáticas como uma séria ameaça.

 Para se tornar um membro, o grupo exige que os candidatos utilizem pelo menos 20% de energia renovável em sua produção, reduza em 25% as emissões de CO₂ e conclua uma auditoria anual da emissão de gases do efeito estufa verificada por um auditor externo credenciado internacionalmente.

A ideia é que as empresas realmente façam algo diferente para o mundo, atingindo a meta de eliminar 50% da emissão de CO₂ até 2030 e, agora com a junção ao Race to Zero, zerar até 2050.

» The King’s Man, filme com ganhador do Oscar, ganha Vinho do Porto raro e caro

» Para anfitriões e convidados: como agir (ou não) para fazer bonito em jantares com vinho

» Lalou Bize-Leroy: a maga dos grandes vinhos da Borgonha, incluindo o Romanée-Conti

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

André De Fraia

Publicado em 16 de Abril de 2021 às 14:15


Mundovino Mudança climática Vinho IWCA International Wineries for Climate Action Race to zero Sustentabilidade