Revista ADEGA
Busca

Dois copos de vinho tinto por dia são o suficiente para evitar um AVC, acredita cardiologista

Por 10 anos, o Dr. William McCrea prescreveu aos seus pacientes dois copos de vinho tinto por dia


Um médico cardiologista do Reino Unido há 10 anos receita vinho para seus pacientes com doenças cardíacas baseado na sua certeza de que o vinho tinto pode ser uma boa alternativa para evitar ataques cardíacos. 

Divulgação

Vinho tinto pode ajudar a evitar um AVC

Dr. William McCrea aconselha seus pacientes a tomar dois copos de vinho tinto por dia e até mesmo a divulgar a prática para seus círculos sociais, um tratamento incomum motivado por uma pesquisa que constatou que os franceses que ingeriram tal quantidade de vinho tinham menos chance de sofrer ataques cardíacos, apesar de terem uma dieta mais calórica e uma alta taxa de tabagismo.

O cardiologista acredita que as propriedades antioxidantes do vinho tinto reduziu pela metade o risco de seus pacientes terem um segundo ataque cardíaco e em 20% as chances dos mesmos terem um acidente vascular cerebral (AVC). Tão confiante em sua crença, McCrea tem prescrito pelos últimos 10 anos 125 ml de vinho tinto para seus pacientes.

Em declarações à revista Bath Chronicle, McCrea disse: “Na França, as pessoas consomem o dobro da quantidade de gordura que nós (britânicos) consumimos, além disso, eles fumam mais e não fazem muito exercício físico. Porém, a quantidade de mortes por ataques cardíacos é metade da nossa”.

Segundo McCrea, se as pessoas consumirem vinho tinto de forma moderada, ou seja, não mais do que dois copos por dia, o resultado será benéfico quanto à redução de doenças cardíacas. “Ele (o vinho tinto) faz três coisas: previne os coágulos que podem desenvolver um AVC no interior das artérias e aumenta o colesterol bom (HDL), responsável por provocar a dilatação das artérias”, explicou.

A prescrição de dois copos de vinho tinto por dia foi dada para 10 mil pacientes que, de acordo com McCrea, para obter os mesmos benefícios teriam de consumir cinco litros de suco de fruta. O cardiologista acredita também que uma pequena dose de vinho tinto pode ajudar a evitar a formação de coágulos sanguíneos, ajudando a manter o revestimento dos vasos.

Redação
Publicado em 06/08/2014, às 08h09 - Atualizado em 03/12/2014, às 08h04


Mais Notícias