Vinho - 01.Mar -

E&J Gallo será processada pelo escândalo de adulteração de Pinot Noir


A vinícola E&J Gallo e mais duas empresas estão sendo processadas na Califórnia por concorrência desleal, propaganda enganosa e fraude.

Em fevereiro, quando o escândalo dos vinhos "Red Bicyclette" chegou aos tribunais, doze franceses foram condenados pelo esquema que vendia pinot noir misturada com merlot e shiraz como sendo um vinho obtido únicamente a partir da uva francesa.

A firma Kingsley & Kingsley está movendo uma ação coletiva, em nome de todos os consumidores da Califórnia, contra a Gallo e seus fornecedores, Sieur d'Arques e Ducasse.

Quando julgou o caso, a corte francesa viu a Gallo como sendo a vítima desta história toda. Já a ação norte-americana coloca a empresa como culpada, por supostamente conhecer o conteúdo do vinho e não fazer nada a respeito.

Apesar de esta acusação não ser baseada em nenhuma evidência concreta, e por isso ser difícil condená-la, a vinícola também vai ser julgada por não tomar o devido cuidado com seus produtos.

Kingsley & Kingsley é especializada em ações pessoas, seguros e questões trabalhistas, e diz que sua missão é proteger o "indivíduo pequeno" das "grandes companhias".

 

Leia mais sobre a Pinot Noir!

Da redação

Publicado em 1 de Março de 2010 às 12:04


Notícias