Revista ADEGA
Busca

Vinho - 05.Ago - Descoberta

Escavações trazem mais descobertas sobre cultura do vinho no Império Romano


Escavações reveleram descobertas sobre o Império Romano
Escavações feitas em Mgarr ix-Xini, cidade do arquipélago de Malta, estão confirmando os resultados de antigas suposições sobre a cultura do vinho na região. Os arqueólogos descobriram objetos que poderiam ter sido utilizados na prensagem das uvas para a fabricação do vinho.

Localizado ao sul da Itália e ao nordeste da Tunísia, o arquipélago ficou sob domínio do Império Romano por mais de dez séculos. Acredita-se que durante esse período (218 a.C. até 810 d.C.), a cultura vitivinícola tenha se difundido na região.

As escavações estão ocorrendo desde o ano passado. O objetivo do governo de Malta é transformar a região em um Parque Regional. Como sítios arqueológicos foram encontrados, as obras tiveram que ser interrompidas.

As escavações estão sendo feitas em um campo conhecido como Tal-Logga. Até agora, os pesquisadores encontraram 15 locais que acreditam terem sido usados para prensar as uvas, durante o Império Romano ou mesmo antes, no domínio cartaginês. Os arqueólogos também descobriram que na produção de vinhos em Mgarr ix-Xini as uvas eram levadas imediatamente após a sua colheita para serem prensadas.  

ESPECIAL:O vinho e sua história - Do Império Romano, pela Idade Média, até os nossos dias, o vinho acompanhou os principais momentos da história da humanidade e se transformou

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Em defesa da cortiça, organização lança projeto de reciclagem

+ American Airlines ganha prêmio por sua seleção de vinhos

+ Cono Sur utilizará riquixás como transporte para evento em Londres

+ Festival na França conta com The Cranberries e vinhos Bordeaux

+ Programa emprega adultos autistas na indústria de vinhos da Califórnia

Redação
Publicado em 05/08/2010, às 09h55 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias