Revista ADEGA
Busca

Problemas

Forte geada danifica vinhedos na França

Frente fria que atingiu o Vale do Loire destruiu 30% da safra, segundo relatório local


A região vinícola do Vale do Loire teve 30% de sua safra danificada por constantes geadas no mês de abril, segundo o relatório da InterLoire, agência que observa a produção de vinho local.

Em algumas áreas do vale, a temperatura chegou a -6ºC; e o outras regiões, como Borgonha e Languedoc, também foram afetadas. No Loire, as áreas mais devastadas foram as vinhas de Touraine, Nantais e Sarthe, que obtiveram perdas de até 80% nos vinhedos.

No geral, cerca de 20% a 30% da safra de 2016 foi destruída em toda região. Como consequência, o relatório da InterLoire estima uma colheita média de 1,9 milhão de hectolitros.

Em nota, a agência diz que irá esperar até a floração começar, no mês de junho, para dar um parecer mais sólido sobre o quanto os danos nos vinhedos e os níveis de colheita irão afetar o vintage de 2016.

As temperaturas muito baixas já afetam o vale há algum tempo e o nível de vinho estocado nunca esteve tão baixo, confirma o relatório.

O departamento francês de agricultura, FranceAgriMer, já prometeu apoio financeiro para estudos e fornecimento de equipamentos de proteção contra geadas. Além disso, as instituições têm abordado autoridades governamentais para a criação de um seguro desemprego para os funcionários das vinícolas. 

Redação
Publicado em 09/06/2016, às 13h00


Mais Notícias