A prova

Importadora promove almoço com degustação vertical de vinhos italianos

ADEGA participou do evento da Winebrands e traz avaliação dos quatro rótulos avaliados


Aproveitando a passagem do gerente da Antinori, Paulo Carvalho, pelo Brasil, a importadora Winebrands promoveu um almoço para um pequeno grupo de jornalistas. O tema do encontro foi uma pouco comum degustação vertical de um dos ícones da empresa: o famoso e mítico Guado al Tasso, considerado por muitos um dos melhores vinhos da Itália. A Tenuta Guado al Tasso, que dá origem ao vinho de mesmo nome, é a maior de Bolgheri, com cerca de mil hectares de área total, sendo que 50 hectares de vinhedos são destinados exclusivamente para o Guado al Tasso. Na oportunidade, foram servidas as safras 2005, 2008, 2009 e 2012. A Revista ADEGA esteve lá e traz os resultados dessa grande degustação.

AD 90 pontos
GUADO AL TASSO 2005
Antinori, Toscana, Itália (Winebrands - Não disponível). Composto de 50% Cabernet Sauvignon, 45% Merlot e 5% Syrah, com 18 meses de estágio em barricas novas de carvalho francês. A garrafa parecia não estar na melhor forma, mas, apesar disso, foi melhorando com o tempo na taça. Tem ótima acidez, é fresco, estruturado, já com alguns traços de evolução. Gastronômico, num perfil mais terroso e magro. Álcool 14%. EM

AD 94 pontos
GUADO AL TASSO 2008
Antinori, Toscana, Itália (Winebrands - Não disponível). Composto de 65% Cabernet Sauvignon, 20% Merlot, 12% Cabernet Franc e 3% Petit Verdot, com 18 meses de estágio em barricas novas de carvalho francês. Mais cheio, com um ar mais moderno, de estilo mais maduro, mas mantendo a acidez e ganhando em textura de taninos. Surpreende pela acidez e frescor do conjunto. Tem final longo e elegante, com toques de ervas frescas e de grafite. O mais pronto da prova. Álcool 14%. EM

AD 93 pontos
GUADO AL TASSO 2009
Antinori, Toscana, Itália (Winebrands - Não disponível). Composto de 60% Cabernet Sauvignon, 25% Merlot, 12% Cabernet Franc e 3% Petit Verdot, com 18 meses de estágio em barricas novas de carvalho francês. Num estilo similar ao 2008, mas mostrando mais precisão, com um pouco mais de potência e estrutura. Tem ótima textura de taninos, gostosa acidez e a madeira um pouco mais perceptível, conferindo notas de chocolate amargo. Álcool 14%. EM

AD 95 pontos
GUADO AL TASSO 2012
Antinori, Toscana, Itália (Winebrands R$ 1.062). Composto de 55% Cabernet Sauvignon, 25% Merlot, 18% Cabernet Franc e 2% Petit Verdot, com 18 meses de estágio em barricas novas de carvalho francês. Apesar de muito jovem, já se mostra mais fresco, com mais tensão, mas mantendo o estilo classudo e elegante. Tem ótima acidez, excelente textura de taninos e final profundo, com toques de grafite. É o mais vibrante, compacto, preciso e  mineral entre os quatro provados. Álcool 14%. EM

Da redação

Publicado em 8 de Setembro de 2016 às 16:42


Notícias