Índia pode abaixar a taxa de 150% na importação de vinhos

Anand Sharma sugeriu a um membro da União Europeia que o país já está preparado para diminuir os impostos sobre os vinhos importados, que atualmente é de 150%, para 40%.


De acordo com o jornal Business Standard, o ministro da indústria e comércio indiano, Anand Sharma sugeriu a um membro da União Europeia que o país já está preparado para diminuir os impostos sobre os vinhos importados, que atualmente é de 150%, para 40%.

Os rumores dessa concessão surgiram há cerca de um ano, porém, apenas agora está, de fato, saindo do papel e entrando em negociação. Num passo mais adiante, Sharma afirmou que poderá aplicar uma taxa menor de 40% para aqueles vinhos importados por menos de US$ 4. Apesar do esforço do ministro indiano, a UE diz querer que os impostos caiam a 30%, com preço de entrada de US$ 3,5.

Se para os europeus a abertura do mercado indiano é uma boa notícia, para os produtores nacionais a situação é complicada. "A diminuição das taxas significa abrir espaço para a importação de vinhos baratos. Dessa forma, a agricultura e a indústria indiana sofrerão impacto", advertiu Subhash Arora, presidente da Academia Indiana de Vinho. 

De acordo com uma estimativa de empresas indianas feita em 2012 o país importou apenas 72 mil caixas de vinho.

Da redação

Publicado em 21 de Junho de 2013 às 09:19


Notícias Business Standard Anand Sharma União Europeia diminuir imposto vinho importado