Revista ADEGA
Busca

Vinho - 11. Mai - Aromas de vinho

Maneira de prensar uva Riesling reflete no aroma do vinho, diz Chapoutier


Divulgação
Vinícola de Riesling
Em alguns vinhos produzidos a partir da uva Riesling, pode-se notar um aroma de petróleo. Segundo Michel Chapoutier, renomado produtor da área do Reno, essa característica consiste em "uma falha durante a vinificação", e não é desejável em um vinho de boa qualidade.

O aroma, muitas vezes apreciado por admiradores da Riesling, é resultado da decomposição dos vasos de dentro da uva, os quais se tornam mais frágeis ao passo que ela amadurece.

O aspecto vital da vinificação dessa uva é a maneira delicada de prensá-la, que leva em média 12 horas. De acordo com Chapoutier, isso evita que estrutura vascular contida nas uvas se desfaça.

O produtor apresentou sua nova linha, a Schieferkopf, de sete vinhos: cinco Riesling, um Pinot Gris e um Sylvaner, de uma propriedade de 5ha em Bernardvillé, a qual ele administra como um empreendimento junto com quatro amigos - sendo que nenhum deles é profissional na área.

A Schieferkopf consiste em: Pinot Gris e Sylvaner, Riesling 2009, Alsace Grand Cru Wiebelsberg 2009, Alsace Grand Cru Kastelberg 2009, Alsace Lieu-Dit Buehl 2009 e Alsace Lieu-Dit Fels 2009.

OMelhorVinho.com.br - Confira a avaliação de um ótimo vinho Riesling alemão!

Mais notícias sobre vinhos...

+ Robert Parker recebe prêmio na Espanha

+ Conferência na Califórnia debaterá compatibilidade da legislação de rotulagem de vinhos na Europa e nos EUA

Combinação entre vinho e chocolate traz benefícios para o cérebro

Rioja promove seus vinhos em evento nos EUA

Vinícolas na Alemanha são devastadas com pior geada em 30 anos

Redação
Publicado em 11/05/2011, às 08h55 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias