Na Califórnia, Opus One promove o encontro do Velho com o Novo Mundo


O ícone Opus One é um retrato da terra na paisagem privilegiada que rodeia a propriedade, e continua sendo um testemunho contínuo da visão dos fundadores de um vinho singular que transcende gerações

 

O visionário barão Philippe de Rothschild (proprietário do Château Mouton Rothschild) prontamente se lançou a compreender as possibilidades do Novo Mundo. Em 1979, ele já fincou seu pé na América em parceria com outro grande empreendedor, Robert Mondavi. E essa união é um dos fatos mais importantes da história no mundo, a primeira vez que o Velho Mundo endossava o potencial do Novo.

O objetivo da joint venture foi elaborar um único vinho, um tinto com estilo de Bordeaux e uvas da Califórnia, que fosse capaz de refletir a personalidade das duas famílias. Assim, nasceu Opus One. Em 2004, a companhia Constellation Brands adquiriu 50% que pertencia à Robert Mondavi e é a atual parceira do grupo Baron Philippe de Rothschild.

 

LEIA MAIS

» Uma bodega cinematográfica

» California é sinônimo de vinho

 

A essência do tempo é expressa no Opus One pelo caráter de cada safra, e o terroir que resume a geografia, o clima e o elemento humano definidores do equilíbrio do vinho entre poder e elegância, textura e estrutura

 

 A equipe do Opus cultiva cinco castas tradicionais de Bordeaux com experiência, paixão e dedicação, o toque humano que se faz essencial para extrair o melhor de cada safra

 

» Para ver os melhores vinhos avaliados da Opus One, clique aqui 


Da redação

Publicado em 24 de Maio de 2020 às 16:00


Notícias