Napoleão recebia vinhos na prisão

Dentre as bebidas estavam Champagne e “Clarete”


Documentos revelados recentemente mostram que, durante sua prisão na ilha de Santa Helena, Napoleão Bonaparte e seus aliados recebiam garrafas de “clarete” e uma de Champagne por dia na prisão.

 Enviado para exílio na ilha após a batalha de Waterloo, em 1815, Napoleão e seus staffs viviam “bem” no exílio, recebendo ao todo cerca de 50 garrafas de vinho diariamente, além de destilados. Em documento, vê-se ainda que Napoleão teria pedido para trocar duas garrafas de clarete por Borgonhas.

Da redação

Publicado em 9 de Outubro de 2015 às 09:15


Notícias