Japão intensifica produção doméstica de vinhos

Um dos maiores produtores de vinho do Japão anunciou que vai dobrar a sua área cultivável para suprir a crescente demanda do país


Vinho japonês Château Mercian 

Fonte: TheDrinksBusiness.com

De acordo com o jornal The Japan Times, o maior produtor de vinhos do Japão, Mercian, confirmou que vai adicionar 20 hectares de vinhedos aos 21.5 ha já existentes na propriedade, além de contratar mais funcionários para a colheita. O produtor, um dos subsidiários da gigante Kirin, é conhecido pelo seu vinho Château Mercian, e por administrar outros vinhedos nas províncias de Nagano e de Yamanashi. As variedades usadas na produção são: Koshu (natural do país), Chardonnay, Sauvignon Blanc, Chardonnay, Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah.

A maior parte da produção de vinhos do país é consumida domesticamente. No começo deste ano, o governo japonês começou a estudar um novo projeto de lei que iria criar um sistema de indicação geográfica nacional para os vinhos do país. Segundo o mesmo jornal, o consumo de vinho do país cresceu em 5% nos anos recentes, impulsionado em parte pela boa combinação com a culinária japonesa.

Apesar do aumento na produção interna, o Japão apresentou um aumento considerável no mercado dos vinhos importados, com níveis marcando 40% a mais em um intervalo de quatro anos. No começo deste ano, a vinícola japonesa Kurambon estabeleceu contrato de venda com a rede de supermercado britânica Marks & Spencer, que é a primeira a ter um vinho japonês nas prateleiras. 

Da redação

Publicado em 4 de Novembro de 2014 às 11:25


Notícias Vinho Japão aumento produção