Mundovino

Na véspera da colheita, tempestade de granizo atinge vinhedos na Espanha

Produtores relatam perdas de até 70% com pedras de granizo do tamanho de uvas


Uvas destruídas com a tempestade de granizo que atingiu a DO Ribeiro

Produtores espanhóis da região DO Ribeiro no noroeste do país tiveram uma ingrata surpresa na véspera da colheita.

» Pesquisas mostram que o vinho ajuda até na saúde do seu fígado

“Meia hora de batidas contínuas de pedras de granizo do tamanho de uvas praticamente destruiu o trabalho de um ano inteiro”, diz Xose Lois Sebio, enólogo da vinícola Coto de Gomariz, que prevê uma perda de 70% da safra.

Apesar da região sofrer, como a maior parte da Europa, com temperaturas oscilantes e chuvas fora de época, a expectativa dos produtores era de uma safra boa. “Agora é apenas um jogo de espera “, diz Iago Garrido, da Fazenda Agrícola Augalevada.

A enorme quantidade de água também é um fator preocupante que está levando a formação de fungos no parreiral.

» Mercado aquecendo, restaurantes já têm 87% do faturamento pré-pandemia

O governo regional da Galícia, onde está a DO Ribeiro, trabalha junto com os produtores para que haja investimento em seguros agrícolas para mitigar os prejuízos. Só nesta safra além das tempestades de granizo, os produtores sofreram ainda com geadas fortes, vespas asiáticas e doenças fúngicas como o míldio, oídio e botrítis.

Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

André De Fraia

Publicado em 4 de Setembro de 2021 às 10:00


Mundovino Chuva de granizo DO Ribeiro Prejuízo Espanha Vinho Vinícolas Safra 2021