Mundovino

Queijos e vinhos são o novo combustível do Aston Martin do Príncipe Charles

O carro está com o Príncipe de Gales há 51 anos e é o seu favorito


Aston Martin do Príncipe Charles roda com bioetanol feito de vinho e queijo. Crédito Getty Images

O Aston Martin DB6 1970 do Príncipe Charles

O herdeiro do trono inglês, Príncipe Charles, anunciou que fez uma conversão em seu carro predileto. O Aston Martin DB6 1970 foi um presente que ele recebeu no seu aniversário de 21 anos e que agora andará com um combustível à base de vinho e queijo.

» Nos 16 anos ADEGA, confira as 16 degustações AD 100 pontos

“Meu velho Aston Martin, que tenho há 51 anos, consegui converter. Agora funciona com resíduos. Você acredita nisso; ele funciona com o excedente de vinho branco inglês e soro de leite dos processos de queijo”, disse Charles à emissora britânica BBC.

O combustível é chamado de E85, feito 85% de bioetanol proveniente, como disse o herdeiro do trono inglês, de resíduo da vinificação de vinho branco e o soro do leite que seria dispensado da produção de queijo. O restante do produto é um derivado do petróleo sem chumbo, considerado mais limpo e mais eficaz.

A mudança faz parte dos esforços do Príncipe de conscientização para a urgência das mudanças climáticas. Ele, que se diz um simpatizante da ativista Greta Thunberg, disse que a conversão do carro foi um pequeno passo perto do que o país pode fazer para evitar o que ele chamou de “catástrofe”.

André De Fraia

Publicado em 11 de Outubro de 2021 às 11:00


Mundovino Aston Martin Príncipe Charles Vinho Bioetanol Sustentabilidade Aston Martin DB6 1970