Revista ADEGA
Busca

Sustentabilidade

Sustentabilidade. Como você, enófilo, pode ajudar para uma indústria mais verde

A vinificação tem um impacto no meio ambiente, mas todos nós amantes da bebida podemos ajudar a minimizar os problemas


Como você, enófilo, pode ajudar para uma indústria mais verde

Novas embalagens sustentáveis estão sendo lançadas para diminuir a emissão de carbono no planeta

O vinho não está no topo da lista de preocupações globais da COP26. A emissão de carbono é modesta em comparação com o aquecimento doméstico (comum em muitos países de clima frio), aviação, ou ainda as queimadas e o desmatamento.

Mas a taça de vinho em nossas mãos ainda contribui de alguma forma para danos ambientais e para o aquecimento global, degradando solos, reduzindo a biodiversidade, contaminando águas subterrâneas, liberando CO₂ durante a fermentação e em suas embalagens e transporte.

» Os números do comércio mundial de vinhos consagram Estados Unidos e França

Para alterar esse cenário e fazer a nossa parte, esforços estão sendo feitos por diversos atores da indústria do vinho. O Porto Summit em 2019 convocou todos para a ação. Muitos produtores de vinho, notadamente Torres na Espanha e Jackson Family Wines na California, estão adotando métodos menos intensas de carbono.

No entanto, diz Santiago Navarro, da Garçon Wines: “A conversa não está nem perto da ação necessária e os consumidores de vinho estão mudando seus hábitos muito lentamente”.

Para Ed Robinson, comprador de vinhos da Cooperativa de supermercados do Reino Unido conta que a atenção das pessoas está mudando em relação as garrafas e como são feitas. “A pandemia nos tornou mais conscientes da fragilidade do nosso planeta. Uma pesquisa global de 2020 mostrou que 81% dos consumidores se viam como ecologicamente conscientes. Porem, 50% disseram que realmente compram apenas marcas que tentam ser ecologicamente corretas”.

Garrafa Eco Flat da Garçon Wines é feita de PET reciclado

Garrafa Eco Flat da Garçon Wines é feita de PET reciclado

O que se acredita é que se a sustentabilidade fosse devidamente comunicada, os consumidores estariam dispostos a pagar mais por vinhos de forma sustentável.

“Há muitos símbolos e logotipos diferentes nos rótulos. É difícil para o consumidor saber o que fazer.”, diz Maiju Sirviö, especialista em desenvolvimento sustentável da Alko, monopólio estatal de bebidas alcoólicas da Finlândia.

» Pesquisadores desenvolvem tratamento orgânico para doença de Pierce

Mesmo com incentivo, a reciclagem de vidro é complicada e irregular. Segundo Charles Bieler da americana Gotham Project, apenas 30% do vidro é reciclado nos Estados Unidos e 10% do aterro norte americano em peso é de vidro.

Uma tentativa de troca do vidro para outros materiais trouxe embalagens alternativa e mais ecológica para os vinhos como: bag-in-box, bolsas e latas de alumínio, garrafa PET e embalagens Tetra Pak de papel.

Um dos grandes exemplos mundiais é a garrafa Eco Flat da Garçon Wines feita de PET reciclado. Ela emite menos carbono que garrafas de vidro e são mais fáceis de transportar e empilhar. Ed Robinson conta, que a nova linha de vinhos da Banrock Station em garrafas PET planas está criando muito interesse.

Pierre Mansour, da Wine Society, traz um pensamento e dicas. “Os bebedores de vinho precisam entender as consequências de suas escolhas. Aqui estão 10 maneiras de comprar vinho de forma mais sustentável e ajudar a influenciar mudanças positivas nas práticas de produção, embalagem e transporte:

  1. Pense na procedência, embalagem, transporte e ciclo de vida de cada vinho que você compra.
  2. Faça pesquisa e compre de produtores comprometidos em minimizar seu impacto ambiental. Muitos estão cadastrados em esquemas de sustentabilidade e usam logotipos em seus rótulos.
  3. Favoreça comerciantes de vinhos e supermercados que trabalhem com produtores sustentáveis.
  4. Para beber imediatamente, compre vinhos em embalagens alternativas, como latas de alumínio e garrafas PET que são menos intensivas em carbono do que vidros na hora da reciclagem.
  5. Se você está comprando vinhos para guardar por mais de um ano antes de beber, evite os produtores que usam garrafas de vidro pesadas.
  6. Procure esquemas de reciclagem de garrafas e incentive os varejistas que você usa para apresentá-los.
  7. Procure restaurantes e bares que sirvam vinho em embalagens alternativas como taças com vinhos provenientes de Bag-in-Box.
  8. Tenha em mente que os vinhos enviados a granel e engarrafados localmente são menos intensivos em carbono.
  9. Beba localmente. Se um vinho veio do outro lado do mundo em uma garrafa de vidro, provavelmente terá uma pegada de carbono desproporcionalmente pesada.
  10. Use sua influência como consumidor. Pergunte aos seus comerciantes de vinho e supermercados quais medidas eles tomam para garantir que seus vinhos sejam produzidos de forma sustentável, embalados e transportados.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

Assine ADEGA

Glaucia Balbachan
Publicado em 09/11/2021, às 14h00


Mais Mundovino