Escola do vinho

Taça de vinho: qual é o melhor material para degustar a bebida?

Vidro, cristal, titânio? Aqui, são os detalhes que fazem a diferença


Os materiais das taças influenciam muito mais do que apenas no peso

Apesar de muitos estilos diferentes, as taças são basicamente feitas de três materiais: vidro, cristal de vidro e cristal. Mas qual é a diferença entre eles e o que isso interfere no nosso vinho?

Antes de irmos para os tópicos, uma curiosidade: o que acostumamos chamar de cristal, na verdade, é sempre cristal de vidro. Isto é, um vidro de aparência cristalina. O cristal em si é um termo utilizado na química e mineralogia para qualificar um sólido constituído em uma organização tridimensional repetidamente, o que não é o caso das taças.

Mas vamos ao que importa, o que muda de uma taça para outra é a quantidade de óxido de chumbo em sua composição. Quanto mais desse componente, mais leve, fina, transparente e porosa será sua taça.

E o que isso impacta no vinho?

  • A leveza facilita os movimentos necessários para aerar o vinho
  • A delicadeza – ligada à sua espessura – leva com mais precisão o líquido até determinado ponto da língua. Pode parecer bobagem, mas faz grande diferença na degustação de seu vinho 
  • A transparência traz uma melhor visualização da bebida
  • A porosidade é um dos aspectos mais interessantes, e importantes. Ela é responsável por ajudar a desprender as moléculas de aromas, liberando para e taça – e nossos narizes

Do que são feitas as taças?

• A taça de vidro é composta de areia (sílica), óxido de sódio, óxido de cálcio e óxido de alumínio

• O cristal de vidro e o cristal têm apenas sílica e óxido de chumbo – o que diferencia um do outro é a quantidade desse último que deve ser de pelo menos 10% e pode chegar até 25%

• Titânio: o que comumente chamamos de “taças de cristal de titânio” na verdade podem ser feitas com titânio ou o zircônio (ou os dois combinados). Ambos têm propriedades muito parecidas:  são leves, maleáveis e mais resistentes, conferindo mais dureza ao material, sem atrapalhar a transparência. Além deles, há liga de sílica e óxido de sódio. Isto é, ganha-se durabilidade, com as boas características de uma boa taça. É a melhor escolha.

» Maria Antonieta ou Madame Pompadour: de quem é o seio que moldou a taça para champagne?

» Qual é o vinho que se encaixa com o seu signo?

» Você sabia que não sabemos quantas uvas há no mundo?

Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

André De Fraia

Publicado em 15 de Agosto de 2021 às 11:00


Escola do vinho Taças Materiais Do que é feito uma taça Vidro Cristal de vidro Cristal Qual a diferença Vinho