Revista ADEGA
Busca

Venda de vinhedos para grupo estrangeiro suscita crime na França

Crime foi uma demonstração de insatisfação de grupo xenófobo quanto à venda do vinhedo para investidores suíços


Vinhedos da Borgonha

Grupo xenófobo tem ameaçado produtores em Bordeaux

No dia cinco de janeiro, um enólogo francês foi surpreendido quando três homens encapuzados o sequestraram, o amarraram, amordaçaram e o colocaram dentro do porta malas de um carro, ameaçando matá-lo. Os assaltantes, conhecidos como ‘Vigilantes Mascarados’ foram presos e liberados perto do distrito de Mèze logo em seguida.

De acordo com o jornal francês La Dépéche, o assalto foi uma forma de os criminosos, que diziam ser parte do “Le Comité d’actions agricoles” demonstrarem insatisfação quanto a venda do vinhedo para investidores suíços. Os vigilantes mascarados querem que a terra seja mantida pelos agricultores franceses.

Em declaração ao jornal francês, o promotor distrital de Béziers, Patrick Mathé, afirmou: “Estes homens não estavam armados. Além disso, o Le Comité d’actions agricoles não existe".

Em um caso semelhante, um grupo de pessoas enviou uma carta para um jornal de Bordeaux ameaçando prejudicar os proprietários de vinhedos franceses que haviam vendido ou estavam pensando em vender suas vinhas para compradores estrangeiros.

Redação
Publicado em 07/02/2014, às 08h00 - Atualizado em 03/12/2014, às 08h04


Mais Notícias