Produtor armênio faz o mais alto lançamento de vinho do mundo

Zorik Gharibian resolveu lançar seu vinho no pico do monte Ararat, na Turquia


O mais novo vinho do produtor Zorik Gharibian, chamado Yeraz, foi lançado em um local inusitado, o pico do monte Ararat, no leste da Turquia. Gharibian foi acompanhado pelos experts Caroline Gilby e Tim Atkin numa expedição ao topo do monte, que atinge uma altura de 5.137 metros. 

Divulgação

Areni Noir é uva típica da Armênia

Embora localizado na Turquia, o monte Ararat é um grande símbolo nacional da Armênia.

Yeraz é um vinho produzido a partir da uva indígena Areni Noir, plantada a 1600 metros acima do nível do mar e extraída da aldeia rural de Rind, no coração de Yeghegnadzor, na Armênia.

O vinho foi descrito por Caroline como tendo “um lindo nariz etéreo. É elegante e possui sabores profundos”, fatores que se devem às características do genoma original da uva Areni Noir, que foram preservadas ao longo dos séculos por conta do afastamento da área e de seu isolamento da agricultura moderna.

Caroline também descreveu o Yeraz como “uma mistura de Cru da Borgonha com um Sangiovese de personalidade, mas também possui suas próprias características distintas de especiarias, como framboesa esmagada”.

Para Gharibian, escalar o monte Ararat foi uma grande realização, pois é considerado um grande símbolo de seu país. Por isso, como forma de homenagem, o nome do vinho foi dado de “Yeraz”, que significa “sonho”.

A expedição do monte também acabou passando por um plantio de três vinhas de Areni Noir, todas plantadas a 2700 metros acima do nível do mar e consideradas as mais altas fora da América do Sul.

Da redação

Publicado em 3 de Setembro de 2014 às 08:44


Notícias Areni Noir Turquia Armênia monte Ararat