Vinho pode auxiliar na perda de peso

Estudos comprovam que a bebida contribui para o emagrecimento apesar dos 7% de caloria por grama de álcool


 

Você nunca desconfiaria somente de olhar para sua garrafa, mas a maioria dos vinhos de mesa secos que pairam entre 11 e 14 % de álcool, em uma taça com aproximadamente 200 ml, contém cerca de 120 a 130 calorias, de acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. A maioria dos rótulos de vinhos incorpora o teor de álcool, mas duas medidas recentes foram tomadas nos EUA, com o objetivo de informar a tabela nutricional mais detalhada. Em 2013, o Álcool e Tabaco Impostos e Trade Bureau (TTB), que é escritório do departamento do tesouro norte-americano, determinou que os produtores de bebidas alcoólicas poderiam voluntariamente imprimir uma etiqueta com "Serving Facts" em suas garrafas, iguais aos que encontram-se em  produtos alimentares. Enquanto isso, a partir de dezembro de 2015, cadeias de restaurantes serão obrigados a divulgar informações de calorias do álcool, bem como para a alimentação, em seus menus.

Uma das principais fontes de calorias dos vinhos é o álcool, que contém 7 calorias por grama. Carboidratos e açúcar também contribuem para aumentar o valor calórico, já que eles possuem 4 calorias por grama. Um vinho seco típico pode ter cerca de 4 gramas de carboidratos, enquanto a mesma porção de um vinho de sobremesa doce pode ter cerca de 20 gramas de carboidratos. Estes valores se aplicam a aproximadamente 200 ml (uma taça).

Vinhos por si só não podem ser considerados como uma refeição, mas ao olhar somente as calorias, não podemos analisar o valor nutricional que eles possuem de fato. Apesar da quantidade significativa de calorias, o ato de beber vinho com moderação, especialmente os tintos, tem sido associado a uma série de resultados positivos para a saúde, incluindo a perda de peso.

Estudos de investigadores da Espanha e de Boston observaram menores ganhos de peso entre os bebedores moderados de vinhos do que entre os abstêmios, pois as pessoas tendem a consumir menos calorias em uma refeição quando bebem vinho. Esses resultados, é claro, podem ser influenciados por outros fatores, como, por exemplo, o tipo de escolha de alimentos em uma refeição.

Ainda assim, outra pesquisa nos Estados Unidos encontrou evidências de que os polifenóis do vinho tinto evitam que alimentos gordurosos sejam convertidos em tecido adiposo, além de manter a glicose baixa entre as células de gordura. 

Da redação

Publicado em 21 de Maio de 2015 às 12:48


Notícias