Verão

Bons tintos para o verão

Uma seleção com os melhores vinhos tintos para degustar no verão


Selecionamos os melhores rótulos para os amantes do vinho tinto aproveitarem nesse verão. Para conferir outras avaliações acesse o Melhor Vinho.

AD 89 pts

Bolonero Rosso 2014

Torrevento, Puglia, Itália

Tinto elaborado a partir de 70% Nero di Troia e 30% Aglianico, sem passagem por madeira. Sempre consistente safra após safra, nessa verão 2014, mostra frutas vermelhas e negras de perfil mais maduro, mantendo a ótima textura de taninos e a acidez refrescante, que trazem equilíbrio ao conjunto. Álcool 12,5%.

AD 86 pts

Herdade Paço Do Conde 2008

Sociedade Agricola Encosta Do Guadiana, Alentejo, Portugal

Este vinho é de origem da região sul de Alentejo é feito com cepas 80% de Aragonez e 20% de Touriga Nacional. Apresenta linda cor rosada, limpa e brilhante. Cheio de aromas de frutas vermelhas maduras, é muito agradável no nariz. Na boca, é macio e sua acidez traz bom frescor, combinando bem com seu corpo médio. A presença do tanino é discreta. Servido gelado, em torno de 10oC, é ótima opção no verão para ter um vinho gelado mais encorpado que os brancos, com destaque para aromas e sabores de frutas vermelhas. É uma boa opção em um churrasco de carnes vermelhas grelhadas por conta da presença de tanino mesmo que seja discreto. HSK

AD 88 pts

Chianti Clássico 2005

Mazzei, Toscana, Itália

É um dos mais especiais produtores de toda a região da Toscana. Produz desde esse Chianti, que é o básico de sua linha, até o supertoscano Siepi, um dos melhores dentre todos. O enólogo dessa casa é Carlo Ferrini, um dos mais prestigiados da Itália. Cor rubi púrpura mais intenso que os Chiantis de uma maneira geral. Seus aromas são firmes, com bom volume de frutas e boa presença de madeira. Vinho de corpo médio com excelente presença na boca. Tem um final muito bom e refrescante. Não é dos mais leves, mas se encaixa bem na categoria de vinhos para o verão. Excelente hoje. Tem mais dois anos de plenitude pela frente. LGB

 AD 80 pts

Pietro Felice Vicenza

Irmãos Molon, São Marcos, Brasil

Famosa pela produção de sucos de uva de qualidade, a empresa dos irmãos Molon também tem sua linha de vinhos finos, produzidos com uvas próprias. Esta combinação de Cabernet Sauvignon e Merlot, com apenas 11,3% de álcool, é bastante agradável ao paladar. Tem uma bela coloração castanho-avermelhada e aromas interessantes de chocolate, tabaco e um ligeiro toque herbáceo. Na boca é bem equilibrado e tem taninos sutis, com final de boca curto. Ideal para o verão. SMR

AD 85 pts

Cabernet Franc 2003

Fournier Pere Et Fils, Loire, França

Vinho produzido no lindíssimo vale do rio Loire, região carinhosamente chamada pelos franceses de "Jardim da França". Rubi presente com arcos já demonstrando evolução. Seu primeiro ataque no olfato é de um vinho muito fresco. Seus 12º de álcool o torna uma ótima pedida para os amantes de tintos que não abrem mão desse vinho a qualquer temperatura. Toques herbáceos marcantes e aromas de fruta madura (framboesas). Um vinho muito agradável e fresco. Prontíssimo para o consumo. O mais maduro vinho de médio corpo e ideal para o verão disponível no mercado. Recomenda-se servi-lo a 14ºC. LGB

Leia também:

+ Os melhores Sauvignon Blanc para o verão

+ Como escolher um vinho tinto no verão?

+ Tintos leves de verão

AD 91 pts

Pinot Noir Icon 2005

House of Nobilo, Marlborough, Nova Zelândia

sse vinho é mesmo uma barganha. A maioria dos “mortais” pensam que para degustar um bom Pinot Noir é necessário estar disposto a desembolsar fortunas. Esse vinho é uma bela pedida para quem quer conhecer e ter a sorte de provar um bom Pinot Noir. Concentrado, com boa carga de frutas (cerejas, framboesas etc.). Madeira na medida e muito equilíbrio são suas marcas no nariz. No palato é firme e muito gostoso. Um dos melhores Pinot Noirs do Novo Mundo provados por mim. Excelente para esse verão, apesar de seus 13,5% de álcool. Tem mais três anos de guarda. Degustado nos últimos seis meses por duas vezes, apresentou-se muito consistente. LGB

AD 83 pts

Bardolino 2005

Masi, Vêneto, Itália

Rubi intenso. Bouquet com toques de doçura apresentando média carga de frutas negras maduras. Álcool na medida (12%). Na boca é confirmada a alegria, pois tem seu retrogosto quase adocicado, mas com muita sutileza. Uma excelente pedida para o nosso verão. Servir a 13ºC. Produzido na linda cidade de Bardolino, à beira do especialíssimo Lago de Garda. Pronto para o consumo. LGB

AD 88 pts

Tuaro Refosco 2006

Pradio, Friuli, Itália

Rubi de média intensidade na cor. Seus arcos na taça são muito bonitos. No olfato é leve, com certa rusticidade e muito refrescante. Na boca é gostoso e agradável. Seus taninos são bons e com leves toques herbáceos, o que o torna mais intrigante. Na boca mostra ameixas maduras e um toque leve de chocolate amargo. Um excelente vinho para o verão. Vinho produzido a partir de 100% da uva Friulana, Refosco dal Pedúnculo Rosso. LGB

 

Da redação

Publicado em 31 de Janeiro de 2019 às 17:00


Notícias Tintos Verão Vinhos de verão