Cono Sur pedala para fazer o melhor Pinot Noir do Novo Mundo


A Cono Sur   foi fundada em 1993, para produzir vinhos premium, expressivos e inovadores, com o espírito do Novo Mundo

Nascida em 1993 como uma pequena filial de Concha y Toro, esta vinícola hoje é uma das grandes do cenário chileno. Cono Sur é reconhecida por várias coisas. Pelos vinhos frutados e confiáveis de sua linha varietal La Bicicleta, que além das cepas típicas tem Gewürztraminer, Riesling e outras que usualmente não se vê em linhas de entrada. Foi das primeiras no Chile em apostar em Pinot Noir (que representa um quinto de sua produção e está em todos os níveis de seu portfólio) e, atualmente, é o maior produtor da variedade no mundo. E em produzir ambiciosos vinhos com senso de origem, como os de sua linha 20 Barrels, como seu ícone de Pinot Noir, Ocio, ou como Silencio, um Cabernet Sauvignon que ganhou prontamente um lugar entre os melhores do país.

 

LEIA MAIS:

» Cono Sur utilizará riquixás como transporte para evento em Londres

» Pinot Noir além da Borgonha

 

Quatro importantes regiões geográficas cercam a região vinícola chilena: a Cordilheira dos Andes a leste, o Oceano Pacífico a oeste, o Deserto de Atacama ao norte e as geleiras antigas ao sul. Outros fatores determinantes, como luminosidade abundante, variação significativa da temperatura diária, clima seco durante o amadurecimento e água fresca para irrigação andina, contribuem para a produção de uvas puras e saudáveis

Em 1999, a Cono Sur inaugurou um anexo especialmente projetado para a vinificação de Pinot Noir, onde as antigas tradições vinícolas da Borgonha se misturam à tecnologia de ponta do Novo Mundo

 

» Para ver os melhores vinhos avaliados da Cono Sur, clique aqui

 

 

Da redação

Publicado em 25 de Abril de 2020 às 17:45


Notícias