Revista ADEGA

Fraude

Empresa australiana é condenada por vender falso Chardonnay

Da redação em 16 de Agosto de 2010 às 06:36

[Colocar Alt]

Em uma das maiores fraudes do vinho australiano, uma empresa foi multada em 300 mil dólares por vender suco falso de Chardonnay.

Graças a uma investigação feita pelas organizações Australian Wine e Brandy Corporation, a companhia Rivers Wine foi acusada de vender sucos feitos a partir da variedade Sultana, como se fossem de Chardonnay, a importantes produtoras de vinho australianas.

O ex-chefe da empresa, Andrew Hashin, terá que responder por 34 acusações e pagar uma multa de 51 mil dólares.

A Rivers Wine foi condenada a pagar 300 mil dólares por ter causado "graves conseqüências à indústria vinícola australiana", como foi dito no tribunal.

Em 2003, época em que Hashin cometia a fraude, a tonelada da Chardonnay custava quatro vezes mais do que a de Sultana.

Leia mais sobre a Chardonnay!


Notícias Chardonnay vinho australiano fraude do vinho


Gran Reserva

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
Digital
1 ano
Digital
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaDigitalDigital
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241224
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 432,00
Assine Agora porR$ 216,00R$ 432,00R$ 64,80R$ 100,00
Desconto
EconomizaR$ 151,20R$ 332,00
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 72,00 6x R$ 72,00
Assinando agora você GANHA também Guia ADEGA Guia ADEGA Vinhos do Brasil 2018/2019 + Poster "as cores do vinho"

Boletim Revista ADEGA

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas