Fraude

Empresa australiana é condenada por vender falso Chardonnay


[Colocar Alt]

Em uma das maiores fraudes do vinho australiano, uma empresa foi multada em 300 mil dólares por vender suco falso de Chardonnay.

Graças a uma investigação feita pelas organizações Australian Wine e Brandy Corporation, a companhia Rivers Wine foi acusada de vender sucos feitos a partir da variedade Sultana, como se fossem de Chardonnay, a importantes produtoras de vinho australianas.

O ex-chefe da empresa, Andrew Hashin, terá que responder por 34 acusações e pagar uma multa de 51 mil dólares.

A Rivers Wine foi condenada a pagar 300 mil dólares por ter causado "graves conseqüências à indústria vinícola australiana", como foi dito no tribunal.

Em 2003, época em que Hashin cometia a fraude, a tonelada da Chardonnay custava quatro vezes mais do que a de Sultana.

Leia mais sobre a Chardonnay!

Da redação

Publicado em 16 de Agosto de 2010 às 06:36


Notícias Chardonnay vinho australiano fraude do vinho