Revista ADEGA
Busca

Enólogo húngaro envenena vinho para pegar ladrão

Um homem morreu e cinco foram hospitalizados após ingestão de vinhos envenenados com anticongelante feitos propositalmente por produtor


anticongelante

Anticongelante pode matar

De acordo com a agência France Presse, um produtor de Vacszentlaszlo, 50 km a leste de Budapeste, estava sido vítima de furtos. Dessa forma, resolveu a dar ao ladrão, ou ladrões, “uma lição”. O enólogo pegou algumas garrafas de vinho e despejou nelas anticongelante. Depois, colocou-as em um local onde seriam facilmente encontradas pelos bandidos.

A “tática pega ratos” deu certo. Em 24 de outubro, um homem de aproximadamente 30 anos, que não foi identificado como funcionário da vinícola e mais outros suspeitos roubaram várias garrafas envenenadas e as compartilharam com amigos.

Segundo a polícia, o suspeito foi hospitalizado alguns dias depois e mostrou sinais de intoxicação. Além dele, cinco outras pessoas foram hospitalizadas com os mesmos sintomas. No dia 1 de novembro, o homem morreu, embora a causa exata de sua morte não tenha sido identificada.

Ao que parece, na Hungria, proteger o patrimônio com atitudes extremas é comum, já que, em 2008, um produtor de pepinos resolveu eletrificar uma cerca com 220 volts depois de anos sendo roubado. A medida deu certo e matou um homem de 48 anos que, segundo informações, roubava a plantação desde o fim da década de 1980.

Redação
Publicado em 14/11/2013, às 09h03 - Atualizado em 03/12/2014, às 08h04


Mais Notícias