Escola do vinho

O que é o Resveratrol e quais são seus benefícios

Como uma substância de defesa das plantas pode mudar o seu jeito de ver o vinho


Tannat, uva francesa é apontada pelos estudos com uma das castas com maior concentração de resveratrol

Tecnicamente o Resveratrol é um polifenol com propriedades que ajudam as plantas a se manterem saudáveis. Ele é produzido em diversas situações estressantes, seja por fatores climáticos ou um ataque de fungos, por exemplo.

Porém, o que chamou a atenção dos pesquisadores é sua propriedade antioxidante, ou seja, a capacidade de inibir a oxidação de moléculas e tecidos. Quando uma célula passa por um processo de oxidação ela libera radicais livres que iniciam uma reação em cadeia e podem causar a morte celular. Os antioxidantes agem impedindo essa oxidação e mantendo a célula saudável.

O resveratrol é especial para os amantes do vinho uma vez que está ricamente presente nas cascas das uvas tintas e, em menor quantidade, nas sementes das uvas.

No vinho, ele é responsável por trazer alguma complexidade aromática e ajudar na adstringência, mas onde o resveratrol se destaca de verdade é na área da saúde.

Inúmeros estudos apontam como o resveratrol age no organismo humano com diversos efeitos, a ADEGA lista alguns abaixo:

  • Ação anti-inflamatória, como nas plantas, o resveratrol ataca a inflamação ajudando a combater organismos externos e atuando na recuperação celular.
  • Combate a aterosclerose, o resveratrol evita a oxidação do colesterol LDL, conhecido como o colesterol mau, diminuindo a possibilidade de entupimento das veias e artérias. O resveratrol é apontado ainda como um estimulador da produção de uma enzima vasodilatadora, chamada endotelina, contribuindo para a regularização da pressão sanguínea.
  • Previne que células cancerígenas se proliferem e se espalhem ativando a apoptose celular, ou morte celular programada.
  • Reduz o risco de Alzheimer por prevenir a formação no cérebro das chamadas placas de Alzheimer, apontada como principal causa para o surgimento da doença.
  • Aumenta sensivelmente a produção de insulina, ajudando a prevenir a diabetes.
  • Protege o organismo contra os efeitos prejudiciais do envelhecimento e da obesidade.
  • O resveratrol aumentou a expectativa de vida de leveduras, peixes e moscas em estudos, o motivo é a ativação do gene Sir2, responsável pela produção de uma enzima chamada Sirtuína que está ligada ao envelhecimento.

Novas pesquisas trazem mais efeitos das benfeitorias do resveratrol para a saúde muscular, da pele e até de cabelos. Tudo indica que os benefícios quando se consome pequenas quantidades de vinho tinto, e consequentemente de resveratrol,  não pararão por aqui.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

André De Fraia

Publicado em 16 de Setembro de 2020 às 12:00


Escola do vinho resveratrol vinho saúde