Quem disse


“Hoje é dia de vinho e mulheres, alegria e risadas. Véspera de sermões e muita água mineral”
Lord Byron, poeta britânico (1788 – 1824)

“O vinho, a mais gentil das bebidas, devido quer a Noé, que plantou a vinha, quer a Baco, que espremeu o sumo da uva, data da infância do mundo”
Jean Anthelme Brillat-Savarin, advogado, político e chef francês (1755 – 1826)

#R#

“Quem conhece e ama a sua história deve aprender a conhecer e a amar os seus vinhos”
Arnold Toynbee, economista inglês (1852 – 1883)

“O produtor nunca deve pensar que o vinho já está bom, o objetivo é sempre melhorar a qualidade, e para isso é necessária a crítica, mas apesar de tudo criticar primeiro a si próprio e só depois os outros”
Tiago Miguel Cuco Garcia, enólogo residente da Herdade das Servas (1978)

“O grande papel do vinho branco ou tinto consiste em ajudar a mesa, com a comida, estimulando a conversa e o convívio”
David Baverstock, diretor de enologia do Herdade do Esporão (1955)

“Conheço apenas duas coisas que melhoram ao envelhecer: o vinho e um amante”
Félix Lope de Veja, dramaturgo e poeta espanhol (1562 – 1635)

“O vinho, além de ser uma bebida fantástica, faz bem ao coração, à pele, e em algumas mulheres, atuam como estimulantes eróticos”
Naudeck Pereira de Moura Junior, enólogo (1975)

“Uma das desvantagens do vinho é dar palavras aos pensamentos”
Samuel Johnson, escritor e lexicógrafo francês (1709 – 1784)
Da redação

Publicado em 12 de Março de 2007 às 12:33


Quem disse...

Artigo publicado nesta revista