Mundo Vino

A tendência do vinho sem álcool

Estima-se que o mercado para vinhos não alcoólicos crescerá nos próximos anos


 

 

Vinho sem álcool tem tendência de forte crescimento

O mercado de vinhos não alcoólicos está crescendo a uma velocidade tão alta que se prevê que valerá US$ 10 bilhões até 2027, de acordo com a empresa de inteligência de mercado Fact.MR. 

LEIA MAIS

» Vinhos sem álcool são a aposta da Espanha

» Vinho sem álcool brasileiro é destaque na Espanha e em Dubai

Conforme relatado pela FoodBev Media, entre 2019 e 2027, o setor vitivinícola não alcoólico deverá atingir uma taxa de crescimento anual de 7%, à medida que os consumidores continuarem mudando para alternativas não alcoólicas. 

Enquanto a Europa respondeu por mais de 40% da demanda total do mercado de vinhos não alcoólicos em 2018, a América do Norte é apontada como o mercado mais importante do mundo para a categoria, com uma taxa de crescimento superior a 8% durante um período de oito anos. 

De acordo com a Fact.MR, o consumo de vinho não alcoólico está se tornando uma das principais tendências atualmente moldando a indústria global de bebidas. “A tendência crescente de conscientização e bem-estar da saúde está posicionando o vinho não alcoólico como uma das maiores categorias de produtos em bebidas”. 

Segundo o Fact.MR, o crescimento das vendas on-line de vinhos não alcoólicos deverá aumentar em 99% no período de oito anos entre 2019 e 2027. Entre os principais players do mercado de vinhos não alcoólicos estão E & J Gallo, com sede na Califórnia, a empresa francesa Castel Frères e McGuigan, da Austrália. 

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 3 de Outubro de 2020 às 10:00


Mundovino vinho sem álcool vinho álcool

Artigo publicado nesta revista