Enobusiness

Uvibra garante não pedir salvaguarda

Em carta, União Brasileira de Vitivinicultura assume “o compromisso de pleitear apenas mecanismos de controle que coíbam o acesso ilícito de mercadorias ao Brasil”


O comunicado chegou para nós neste domingo pela manhã. E fazemos questão de manter a celeridade e atualizar o mercado de vinho no Brasil a respeito da questão lançada por Adega, na última sexta-feira, 12 de junho.
À Uvibra garantimos o respeito e o compromisso de atuarmos em direção a garantia da livre escolha do consumidor de vinhos no Brasil.

 

LEIA MAIS

» O Retorno das Salvaguardas – dirigentes da indústria nacional tentam novamente proibir o consumidor de escolher o que quer beber

» Uvibra nega pedido de Salvaguarda

 

Christian Burgos

Publicado em 14 de Junho de 2020 às 12:11


Enobusiness