Vinhedo

Vespas podem salvar vinhedos norte-americanos de “invasão” das mosca chinesa

Vinhas são atacadas por nova espécie de moscas


Estudiosos descobriram moscas que estariam danificando vinhedos da Califórnia

Pesquisadores norte-americanos estão preocupados com uma possível disseminação de uma espécie de mosca nativa da China, que apareceu pela primeira vez na Pensilvânia, há cinco anos, mas foi encontrada nos vinhedos da Virgínia no início de 2018. Elas são sugadoras de seiva e poderiam danificar os vinhedos da Califórnia, de acordo com a UC Riverside, que está testando se um tipo de vespa pode ajudar no combate a essa praga.

Leia mais:

Quais são as vantagens da colheita noturna?

Como o vinhedo determina a qualidade dos vinhos?

Australianos criam método de detecção de praga em vinhedo

 

“Esperamos estar prontos para liberar essas vespas imediatamente quando a mosca aparecer, o que nos dará uma forte vantagem sobre a invasão. Essa mosca secreta grandes quantidades de ‘melada’, um produto residual que incentiva o mofo e prejudica a capacidade de crescimento de uma planta”, disse Mark Hoddle, diretor do Centro de Pesquisa de Espécies Invasoras da UC Riverside.

A UC Riverside disse ter recebido US$ 544 mil do Departamento de Alimentos e Agricultura da Califórnia para testar se as vespas, também da China, poderiam ser uma solução. No entanto, o teste levará três anos. As vespas são conhecidas por colocar seus ovos dentro das moscas.

Veja também:

Qual o significado de Terroir?

+ Vinhos norte-amercianos avaliados pela ADEGA

ASSINE JÁ A REVISTA ADEGA. DESCONTOS DE ATÉ 76% 

Da redação

Publicado em 21 de Setembro de 2019 às 14:30


Notícias moscas vinhedos vinhas vinhedo