Revista ADEGA
Busca

Vinhos da Borgonha lutam para suprir a demanda

As exportações estão aumentando, mas a produção diminuiu nos últimos dois anos. Preços devem subir


Gagey

Estados Unidos (com aumento de 13%) e China (31%) puxaram as exportações dos vinhos de Borgonha nos primeiros sete meses de 2013, que apresentaram um aumento global de 1,6%, estabelecendo um novo patamar. Em contrapartida, porém, a região francesa deve ter mais uma safra diminuta, o que preocupa os consumidores diante da possibilidade de aumento de preços.

"Esta é uma situação complicada, porque estamos vendendo mais do que estamos produzindo e estamos usando nossos estoques”, apontou o presidente da Burgundy Wine Association (BIVB), Pierre-Henry Gagey, da empresa Louis Jadot. Ele ainda diz que uma nova quebra de safra é esperada, fazendo com que a região tenha safras abaixo da média por dois anos seguidos. “É esperada uma outra pequena safra, semelhante ao que foi em 2012”, apontou.

A safra menor é esperada devido a inundações que atingiram Chablis e Côte d'Or em maio, e o granizo que devastou vinhedos nas aldeias de Pommard e Volnay no final de julho. Mesmo diante dessas complicações, Gagey acredita na qualidade dos vinhos produzidos: “A qualidade pode ser muito boa e com um bom nível de acidez, podemos ter um retorno melhor do que esperado”, afirma.

Quer saber mais sobre a Borgonha? Confira a entrevista exclusiva e polêmica que ADEGA fez com Pierre Henry Gagey, clicando aqui.

Redação
Publicado em 15/10/2013, às 12h08 - Atualizado em 03/12/2014, às 08h04


Mais Notícias