Vinícola startup faz vinhos na Torre Eiffel, em Paris


Desde outubro de 2019, a Winerie Parisienne mantém duas cubas de aço e barricas de vinho no primeiro andar do ponto turístico mais conhecido de Paris, a torre Eiffel. Lá, eles vinificam uma parte de sua produção e atraem a atenção dos turistas.

 

 

A Winerie Parisienne foi fundada em 2015 por Julien Bengué e Adrien Pelissié, e seis meses depois Julien Brustis se associou. Os três parceiros lançaram o que se acredita ser a primeira vinícola urbana em Paris desde os anos 1960 e também a primeira desde o século 19 a plantar vinhas na região (o vinhedo fica em terrenos perto do palácio de Versalhes).

 

LEIA MAIS

» Caso de amor dá origem a Château Pichon Longueville Comtesse de Lalande

» Adega usa nova tecnologia e traz dados inéditos do mercado de vinhos

 

“Tivemos que encontrar uma maneira de nos destacar como startups. A ideia da empresa sempre foi ressuscitar a história do vinho de Paris e, portanto, vincular nosso nome a marcos emblemáticos parisienses parecia uma maneira e caz de causar impacto em um curto espaço de tempo”, disse Brustis.

 

 

A principal vinícola da empresa está localizada em uma antiga gráfica de Montreuil, um subúrbio a leste de Paris. Nos primeiros quatro anos, a equipe se baseou em parcerias com 15 vinicultores, vendendo 100 mil garrafas de 15 rótulos para comerciantes de vinhos independentes e restaurantes de Paris.

A safra 2019 será a primeira de sua própria vinha e estará à venda em setembro de 2020. Cerca de 20% da produção total está sendo feita na torre Eiffel e será vendida sob o nome La Chai de la Tour Eiffel, com o restante vinificado em Montreuil.


Da redação

Publicado em 22 de Maio de 2020 às 15:00


Notícias