20 vinhos com blends fantásticos com mais de 90 pontos


 

CHÂTEAU VERNES-BEAULIEU 2015 - (AD: 92 pts)

Univitis, Bordeaux, França (Adega Alentejana R$ 260).

Este é certamente um excelente exemplar de um Bordeaux Supérieur. Seu nariz é cheio de camadas, se modificando ao longo do tempo em taça. Em boca, sua entrada é muito elegante, marcado por sabor de ginja e taninos polidos e muito bem trabalhados. Outro destaque fica para seu longo e refinado final de boca. Álcool 13,5%.  

 

 

CHÂTEAU VIRCOULON BLANC 2017 - (AD: 90 pts)

Château Vircoulon, Bordeaux, França (World Wine R$ 99). 

Resultado do blend de uvas Sauvignon Blanc e Sémillon, sem passagem por barricas, este branco apresenta corpo leve e coloração amarelo esverdeado. Traz ao nariz notas herbáceas, frutas brancas, cítricas e nuances florais. Em boca, é agradável e fácil de beber, tem boa acidez e confirma suas notas herbáceas. Vai muito bem como “welcome drink” e entradas leves. Álcool 12,0%. 

 

CHÂTEAU DOISY-DAËNE SAUTERNES 2005 - (AD: 94 pts)

Denis Dubourdieu, Bordeaux, França (Casa Flora/Porto a Porto R$ 720 para a safra 2010).

Branco doce elaborado a partir de uvas 80% Sémillon e 20% Sauvignon Blanc advindas de Barsac e atingidas pela podridão nobre, com estágio de 10 meses em barricas de carvalho. Faz jus à fama da região e se mostra cheio de estrutura, potência e untuosidade, tudo num contexto de perfeito equilíbrio entre doçura e acidez. Complexo, tem textura quase cremosa e final longo, com toques de cera, de mel e de frutas secas e de caroço. Ideal com queijos azuis. Um grande vinho de meditação, que vai durar décadas e com certeza ficará ainda melhor. Álcool 14%. 

 

 

BARONS DE ROTHSCHILD EXTRA BRUT - (AD: 93 pts)

Barons de Rothschild, Champagne, França (PNR Import R$ 415).

Espumante branco extra brut composto de uvas 60% Chardonnay e 40% Pinot Noir advindas somente de vinhedos premier e grand cru, mantido por, pelo menos, três anos em contato com as leveduras. Mostra harmonia entre cremosidade, frescor e fruta, com as notas tostadas e de especiarias doces aportando complexidade ao conjunto. Gostoso de beber, tem acidez vibrante, ótima textura e final profundo e cheio, com toques salinos, cítricos e de frutos secos. Álcool 12%. 

 

FAMILLE PERRIN RÉSERVE BLANC

CÔTES-DU-RHÔNE 2016 - (AD: 90 pts)

Perrin & Fils, Rhône, França (World Wine R$ 139).

Branco composto de Grenache Blanc, Marsanne, Roussanne e Viognier, sem passagem por madeira. Esbanja frutas brancas e de caroço maduras acompanhadas de notas florais, de ervas frescas e especiarias. Estruturado, tem bom volume de boca, textura cremosa, acidez na medida e final cheio e vibrante, com toques cítricos e de frutos secos. Álcool 13,5%. 

 

 

RAYMOND USSEGLIO CUVÉE IMPÉRIALE

CHÂTEAUNEUF-DU-PAPE 2012 - (AD: 94 pts)

Raymond Usseglio, Rhône, França (Vinhos do Comendador R$ 585).

Tinto composto de uvas 95% Grenache advindas de vinhedos de mais de 100 anos e o restante de outras variedades da região. Tudo é cofermentado, com a mínima intervenção, e depois estagiado em tanques de cimento. O resultado é um vinho denso, intenso e vibrante, esbanjando fruta negra e frescor, tudo num contexto de taninos de excelente textura, gostosa acidez e final longo e profundo, com toques minerais e de violetas. Impressiona pelo equilíbrio e finesse do conjunto. Está bom agora, mas deve ficar ainda melhor nos próximos 10 anos. Álcool 15%.  

 

HUGEL GENTIL BRANCO 2015 - (AD: 90 pts)

Hugel, Alsácia, França (World Wine R$ 135 - para a safra 2016).

Tradicional e renomado produtor da Alsácia, Hugel elabora esse branco a partir de uvas 45% Sylvaner e Pinot Blanc, 23% Riesling, 16% Pinot Gris, 10% Gewürztraminer e 6% Muscat, advindas dos arredores da região de Riquewihr, sem passagem por madeira. Uma ótima iniciação aos deliciosos vinhos dessa região com disciplina alemã e espírito francês. Mostra frutas brancas, cítricas e de caroço, acompanhadas por notas minerais, florais e de mel, tudo envolto por refrescante acidez, gostosa textura e final agradável. Difícil vai ser ficar só na primeira taça. Álcool 12% 

 

 

MINUTY PRESTIGE ROSÉ 2016 - (AD: 92 pts)

Château de Minuty, Provence, França (Premium Drinks R$ 250 - para a safra 2018).

Rosé composto de Grenache, Cinsault, Tibouren e Syrah, sem passagem por madeira. Mais sério e austero, sem perder seu caráter frutado e refrescante, tem acidez vibrante, bom volume de boca, ótima textura e final persistente e profundo, com toques cítricos e salinos. Por ser muito gostoso e equilibrado, parece ser menos complexo do que realmente é. Aqui menos é mais. Um rosado para mudar a ideia daqueles que creem que esse estilo é só frescor e simplicidade. Álcool 13%. 

 

 

TAYLOR'S 325º ANNIVERSARY PORT - (AD: 93 pts)

Taylor's, Douro, Portugal (Qualimpor R$ 502).

Esta edição limitada é um blend das melhores reservas destinadas à elaboração dos Tawnys 10, 20, 30 e 40 anos da Taylor's. O resultado é um tinto fortificado doce repleto de ameixas e frutas vermelhas em compota seguidas de notas florais, de figos e de especiarias doces. Equilibrado e sedutor, tem agradável textura, ótima acidez e final longo e persistente, com toques de cerejas ao licor. Álcool 19%. 

 

 

BICO AMARELO 2017 - (AD: 90 pts)

Quinta do Ameal, Minho, Portugal (Qualimpor R$ 80).

Branco composto de 60% Loureiro, 20% Alvarinho e 20% Avesso, sem passagem por madeira. Fresco e direto, mostra frutas brancas e de caroço escoltadas por notas florais e de ervas, que se confirmam no palato. Tem acidez vibrante, gostosa textura e final agradável, com toques salinos e cítricos. Álcool 12%. 

 

 

HERDADE SÃO MIGUEL ESCOLHA DOS ENÓLOGOS 2015 - (AD: 92 pts)

Casa Agrícola Alexandre Relvas, Alentejo, Portugal (Cantu R$ 195).

Tinto composto de Alicante Bouschet, Touriga Franca e Touriga Nacional, com estágio de nove meses em barris de 400 litros de carvalho francês e americano. Gastronômico e gostoso de beber, mostra ameixas e amoras, bem como notas florais e de especiarias doces, tanto no nariz quanto na boca. De bom volume de boca, tem acidez na medida, taninos finos e de ótima textura e final cheio e persistente, com toques terrosos e especiados. Álcool 14,5%.  

 

LEIA MAIS:

» Quais são os blends mais famosos do mundo?

» Quais variedades são usadas nos blends de Bordeaux?

 

GRAZIANO PRÀ AMARONE DELLA VALPOLICELLA 2009 - (AD: 94 pts)

Graziano Prà, Vêneto, Itália (Vind`Ame R$ 649).

Tinto composto de uvas Corvina, Corvinone, Rondinella e Oseleta que sofreram processo de secagem - apassimento - de dois meses antes da fermentação e posterior amadurecimento de 36 meses, sendo parte em botti e parte em barricas de carvalho. Muito bem feito em seu estilo mais potente e robusto, mostra típicos aromas de cerejas seguidos de notas florais, de tabaco e de especiarias doces, além de toques de cacau e de frutas em compota. Denso e carnudo, tem acidez refrescante e taninos de ótima textura, que trazem sustentação e equilíbrio ao conjunto. Tem final longo e cheio, com toques de chocolate. Está ótimo agora, mas deve ficar ainda melhor em 10 anos. Para os queijos curados. Álcool 16%.  

 

VILLA ANTINORI CHIANTI CLASSICO RISERVA 2013 - (AD: 92 pts)

Antinori, Toscana, Itália (Winebrands R$ 296).

Quando pensamos em Antinori quase que automaticamente pensamos em vinhos de grande qualidade e, neste rótulo, ele comprova toda sua fama não é a toa. Um belíssimo Chianti Riserva que mostra que a Sangiovese, quando bem trabalhada, produz vinhos memoráveis. Em boca, combina de maneira primorosa acidez vibrante, com taninos marcantes, porém polidos, em uma textura fina e elegante. Álcool 13,5%.

 

 

CA'MARCANDA PROMIS 2013 - (AD: 93 pts)

Gaja, Toscana, Itália (Mistral US$ 90). 

Ca'Marcanda é o projeto de Gaja, mítico produtor do Piemonte, em Bolgheri, na Toscana. Blend de 55% Cabernet Sauvignon, 35% Syrah e 10% Sangiovese, com estágio de 18 meses em barricas usadas de carvalho francês. Desde o início, mostra exuberantes aromas de frutas vermelhas e negras acompanhadas de notas florais, de ervas e de especiarias doces. Estruturado e balanceado, tem acidez refrescante, taninos de ótima textura e final persistente, com toques terrosos e de ameixas. Definitivamente, um ótimo exemplar da região, com a mão elegante e precisa presente em todos os vinhos de Angelo Gaja. Álcool 13,5%. 

 

VIÑA REAL CRIANZA 2014 - (AD: 91 pts)

CVNE, Rioja, Espanha (Vinci US$ 45).

Reconhecidamente um dos melhores produtores da Rioja, a Cia. Vinícola del Norte de España - CVNE - elabora este tinto a partir de 90% Tempranillo e 10% entre Mazuelo, Garnacha e Graciano, com estágio de 13 a 14 meses em barricas de carvalho francês e americano. Num estilo de frutas vermelhas frescas lembrando cerejas ácidas acompanhadas de notas terrosas, de ervas e de especiarias doces, tudo em meio a ótima acidez e taninos firmes e de grãos finos. Tem final cativante, frutado e persistente, com toques animais e defumados. Álcool 13,5%.  

 

 

CASTILO YGAY BLANCO GRAN

RESERVA ESPECIAL 1986 - (AD: 98 pts)

Marqués de Murrieta, Rioja, Espanha (World Wine - não disponível).

Branco composto de 97% Viura e 3% Malvasia, fermentado em grandes tonéis de carvalho americano (18 mil litros), com estágio de 252 meses (21 anos) em barricas de carvalho americano. Logo em seguida, passou mais 67 meses em tanques de cimento, sendo engarrafado em 29 de janeiro de 2014, onde descansa para ser lançado em setembro de 2016. Espanta pela vivacidade de cor, aromas e sabores com 30 anos. Esbanja frutas cítricas e tropicais maduras envoltas por notas florais, minerais e de especiarias doces, tudo orquestrado por muita elegância, num contexto que alia perfeitamente tensão, potência, textura e profundidade. Impressiona pelo modo como se desenvolve na taça, mostrando ainda mais nuances aromáticas e camadas de sabores. Certamente faz parte do seleto grupo de maiores brancos do mundo. Álcool 13%.  

 

ELYSSIA GRAND CUVÉE BRUT  - (AD: 90 pts)

Freixenet, Catalunha, Espanha (Freixenet R$ 120).

Cava branco brut elaborado pelo método tradicional a partir de Chardonnay, Macabeo, Parellada e Pinot Noir, com mínimo estágio de 15 meses de contato com as leveduras. Tenso e cremoso, tem refrescante acidez e bom volume de boca, tudo acompanhado de frutas brancas e de caroço maduras seguidas por notas tostadas, de fermento e de especiarias, além de toques florais, de mel e de frutos secos. Tem final cheio e persistente, com toques salinos e cítricos. Álcool 11,5%. 

 

TORRES SALMOS 2015 - (AD: 90 pts)

Torres, Priorato, Espanha (Devinum R$ 305).

Tinto composto de Garnacha, Syrah e Cariñena, com estágio de 14 meses em barricas de carvalho francês. Estruturado e potente, é um ótimo exemplo de que vinhos encorpados podem ser equilibrados. Chama atenção pela acidez refrescante, pelos taninos de grãos finos e de ótima textura e pelo final cheio e profundo, com toques minerais e de alcaçuz. Ainda está jovem e tem tudo para ficar ainda melhor nos próximos 10 anos. Álcool 14,5%.

 

 

MERITAGE RESERVE 2006 - (AD: 90 pts)

Ironstone Vineyards, Califórnia, Estados Unidos (Casa Flora/Porto a Porto - Não disponível).

Tinto composto de 80% Cabernet Sauvignon, 10% Merlot e 10% Petit Verdot, com estágio de 20 meses em barricas de carvalho francês e americano. Apresenta intensa cor vermelho-rubi de reflexos violáceos e aromas de frutas negras lembrando ameixas e cassis, bem como notas de menta e de especiarias picantes, além de toques medicinais e de baunilha. No palato, é frutado, potente, carnudo, cheio, equilibrado, tem taninos macios e ótima persistência. É complexo, untuoso e concentrado, sem perder elegância. Deve ir bem na companhia de perna de cabrito assada em seu próprio molho acompanhada de batatas coradas. Álcool 14,5%. 

 

 

Da redação

Publicado em 12 de Março de 2020 às 16:39


Notícias

Artigo publicado nesta revista

Os blends mais famosos

Revista ADEGA 171 · Janeiro/2020 · Os blends mais famosos

15 combinações clássicas das principais regiões do mundo