Doce negro

Bonarda! Curiosidades sobre uma das estrelas tintas da Argentina

Ela é a segunda casta mais cultivada pelos nossos hermanos


Curiosidades sobre uma das variedades tintas mais comuns da Argentina, a Bonarda

Francesa de origem, argentina de coração

Bonarda é a segunda variedade tinta mais cultivada na Argentina, depois da Malbec obviamente. Ela é uma casta tão tradicional por lá que muitos ignoram que sua origem (assim como a da Malbec) é francesa e ignoram mais ainda seu nome “de batismo”, Douce Noir. 

» É dia de wine, baby? Rótulos feitos ou inspirados por estrelas do rock 🤘

O local de nascimento da Douce Noir é provavelmente a região de Savóia, na França, onde a variedade foi historicamente encontrada e onde possui inúmeros sinônimos. Análises de DNA provaram que a Bonarda argentina é idêntica à Douce Noir. 

Douce Noir significa literalmente “doce negro”, o que já denota um pouco de suas principais características, que são a cor bastante acentuada e uma maturação tardia. 

E a confusão não acaba aí! Há ainda uma Bonarda Piemontesa, mas ela não tem parentesco com a Douce Noir e tampouco com a Bonarda argentina. Costumava-se dizer que Douce Noir era originária do Piemonte, daí seu sinônimo Plant de Turin ou simplesmente Turin, mas não é. 

Fora de Savóia, a Douce Noir era comumente chamada de Corbeau (que significa “corvo”) também por causa do vinho de cor profunda que produz. 

A Bonarda foi introduzida na Argentina com as correntes de imigração do final do século XIX e seu cultivo teve início na região de Cuyo. Ali, ela produz vinhos dos mais variados estilos, de tintos encorpados a leves, e até espumantes. 

Sugestões ADEGA

Chakana Nuna Vineyard Bonarda 2019

Chakana Nuna Vineyard Bonarda 2019 - AD 89 pontos - Chakana, Mendoza, Argentina

Este vinho orgânico é elaborado com mínima intervenção exclusivamente a partir de Bonarda, com fermentação espontânea (sem leveduras adicionadas) e estágio de 8 meses, sendo 85% em tanques de concreto sem epóxi e os 15% restantes em barricas usadas de carvalho. Gostoso de beber e fácil de agradar, tem taninos de boa textura, refrescante acidez e final com toques de amoras, de ervas e de especiarias. Uma ótima companhia para embutidos.

Nieto Senetiner Partida Limitada Bonarda 2014

Nieto Senetiner Partida Limitada Bonarda 2014 - AD 90 pontos - Nieto Senetiner, Mendoza, Argentina

Esse 100% Bonarda tem suas advindas de um vinhedo de mais de 35 anos, próximo à vinícola, em Agrelo, com estágio de 12 meses em barricas de carvalho francês. Mostra perfil de frutas vermelhas e negras mais maduras, mas também maior estrutura, taninos firmes e boa acidez.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

Arnaldo Grizzo

Publicado em 6 de Dezembro de 2021 às 10:00


Escola do vinho Bonarda Curiosidades Douce Noir Uva Casta