Com 600 anos de história, vinícola toscana muda o rumo do vinho na Itália


A família Antinori está comprometida com a arte da vinificação há mais de seis séculos desde 1385, quando Giovanni di Piero Antinori se tornou membro da "Arte Fiorentina dei Vinattieri", a Associação de Produtores Florentinos 

Quando se fala de Antinori, logo somos remetidos a mais de 600 anos de história no vinho italiano. O nome da família toscana, uma das mais tradicionais da vitivinicultura no país, inspira admiração e respeito em todos os lugares. São 26 gerações desde o século 12 que estão ligadas ao mundo do vinho. Mais do que produzir vinhos em regiões clássicas, eles ajudaram a moldar a vitivinicultura italiana em momentos críticos de sua história, como, por exemplo, na década de 1970, quando resolveram ignorar as regras de Chianti e criar um blend com Cabernet Sauvignon, o Tignanello. Por trás de boa parte desse sucesso está Renzo Cotarella, CEO e enólogo responsável pelos vinhos da família. Nascido na Úmbria, em Monterubiaglio, não muito longe de Orvieto, ele veio de uma família de viticultores, estudou agronomia, mas enveredou-se pela enologia. Em 1981, foi contratado para trabalhar no projeto de Piero Antinori na Úmbria, o Castello della Sala, mas logo se tornou responsável por todos os vinhos da empresa. Hoje, é ele quem defende as tradições e também quem ampara as inovações desses clássicos italianos.

 

LEIA MAIS:

» O homem por trás dos grandes vinhos da família Antinori

» 10 vinícolas que você deve conhecer na Itália

 

Cada safra, cada lote de terreno, cada nova idéia a ser avançada é um novo começo, uma nova busca para alcançar padrões de qualidade mais altos. Como Marchese Piero gosta de dizer: "As raízes antigas da família desempenham um papel importante em nossa filosofia, mas nunca impediram nosso espírito inovador".

 

A Antinori produz vinhos em vários pontos na Itália. O terroir muda, a filosofia e compromisso com os melhores vinhos, não

 

A propriedade Tenuta Tignanello fica no coração de Chianti Classico, nas encostas ondulantes entre os vales dos rios Greve e Pesa. Estende-se por uma área de 319 hectares (788 acres), dos quais cerca de 130 (321 acres) são dedicados a videiras

 

› Para ver os melhores vinhos avaliados da Antinori, clique aqui.

 

 

 

Da redação

Publicado em 7 de Abril de 2020 às 09:41


Notícias