Dicas práticas

Como abrir uma garrafa lacrada com cera?

Inspirada em métodos antigos, quando as rolhas não eram confiáveis, a técnica é adotada por alguns produtores no lugar da cápsula de alumínio



Historicamente as cápsulas de cera protegiam a cortiça dos roedores na adega ao mesmo tempo que preveniam, e até escondiam, qualquer sinal de vazamento em uma época em que as rolhas eram bem menos confiáveis do que são hoje.

[Colocar Alt]
Na década de 1980, a cera foi substituída por alumínio. Hoje, no entanto, existe um movimento de retorno ao uso da cera, justificado em maior grau por uma questão estilística, ainda que alguns entusiastas defendam que a cera confere uma proteção maior do que o alumínio.

Existem vinhos em que apenas o topo da rolha é encerado e outros em que quase todo o pescoço da garrafa é envolvido pela cera. Mais que a quantidade ou o formato do enceramento, diante de uma garrafa lacrada com cera, é preciso observar a textura do material.
Leia mais:
+ Confira o guia prático do vinho
+ Como usar um saca-rolhas tipo pinça
Como abrir um vinho com saca-rolhas?
Quando a variedade for macia, basta posicionar o saca-rolhas no ponto correto e romper com o movimento de costume a barreira de cera. Já quando a cera estiver rígida, ela deve ser lascada até que se rompa. Neste caso, enrole a garrafa em um saco de plástico e, após lascar as laterais de cera, pressione o topo da região encerada de forma precisa e firme com a alça do saca-rolhas para que a cera comece a rachar. E, acredite, o saco plástico irá evitar que pedaços de cera acabem com a decoração da sua mesa de jantar.

Por Maria Bolognese

Publicado em 23 de Junho de 2017 às 08:50


Notícias